Estudo

UEPG adia data de provas do vestibular e processo seletivo simplificado para maio

(Foto: AEN)

Mais um vestibular no Paraná tem a data remarcada por causa da pandemia. Desta vez, foi a A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), na região dos Campos Gerais do Paraná, que por meio de nota, comunicou o adiamento das provas do Vestibular 2020 e do Processo Seletivo Seriado (PSS) para maio de 2021. As seleções estavam programadas para março.

A reitoria da instituição publicou uma portaria no início da manhã desta quinta-feira (25) com a decisão. As provas do Vestibular 2020 estavam marcadas para os dias 7 e 8 de março. Já as do PSS, que é o programa voltado para estudantes do ensino médio, seriam feitas nos dias 14, 21 e 28 de março.

Veja como ficaram as novas datas:

Vestibular 2020: 2 e 3 de maio
PSS I: 23 de maio
PSS II: 30 de maio
PSS III: 16 de maio
Essas datas podem sofrer novas alterações, dependendo da situação em que estiver a pandemia, em maio.

O Vestibular 2020 já havia sido adiado em julho do ano passado por causa da pandemia. Em maio, a universidade resolveu fazer uma edição única da prova, que geralmente acontece duas vezes por ano.


Vestibular
A UEPG informou que irá disponibilizar no vestibular 1.433 vagas, em 39 cursos de graduação.  Segundo a UEPG, a redação do vestibular sofrerá alterações. A partir desta edição, a pontuação máxima será de 1 mil pontos.

O tamanho do texto também foi alterado, passando ser obrigatório mínimo de 10 linhas e máximo de 20. O vestibular é dividido em dois dias. Na primeira etapa, os candidatos respondem a 60 questões de conhecimentos gerais, além da produção da redação.

No segundo dia, a prova conta com 45 perguntas de disciplinas específicas do curso escolhido.

As provas trarão questões no modelo somatório. Ou seja, cada questão apresentará afirmações com números. Os candidatos terão que somar o valor das alternativas corretas.

Em relação às questões de Literatura Brasileira, o vestibular irá exigir as seguintes obras:

Vidas Secas, de Graciliano Ramos;
Obra Completa, de Murilo Rubião;
Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues;
Toda Poesia, de Paulo Leminski;
Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, de Carolina Maria de Jesus.