Publicidade
Tempo

ÚIltimos dias de fevereiro devem ser chuvosos e ‘frios’

Na quinta-feira, um temporal alagou diversas ruas da Capital
Na quinta-feira, um temporal alagou diversas ruas da Capital (Foto: Arquivo/BP)

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, no fim de semana, e em sua página na internet ,um alerta para chuva forte em quase todo o Sul do País. O alerta engloba todo o Paraná e Santa Catarina e parte do Rio Grande do Sul. O grau de severidade é de perigo. A chuva é provocada pelo avanço de uma frente fria que deve atuar sobre o Estado nestes últimos dias de fevereiro.
Em Curitiba além da chuva, as temperaturas máximas devem sofrer uma queda e os termômetros podem cair até os 19ºC de máxima na quarta-feira, com sensação de frio na Capital. As mínimas não sofrem tantas alterações e ficam na casa dos 17 a 19 graus nos próximos dias.
A previsão de longo prazo do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) mostra que os primeiros dias do Carnaval devem ter tempo variando de sol entre nuvens a nublado na Capital.
Temporal
O alerta do Inmet abrange no Paraná a Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e o Litoral, onde a chuva deve chegar na parte da tarde. No Oeste, na região de Foz do Iguaçu, já chove desde a manhã. No Sudoeste e Sul do Paraná a chuva deve começar entre o final da manhã e início da tarde. No Norte e Noroeste Paranaense chove de tarde.
A mensagem do Inmet fala em possibilidade de chuva volumosa entre 30 e 60 mm/hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e até queda de granizo. Já o Simepar aponta que as chuvas mais significativas estão previstas para a metade Sul do Estado. “São esperadas rajadas de vento forte, grande volume de chuva e possível incidência de granizo”, diz a previsão do
Simepar. Curitiba já foi atingida por um forte temporal na quitna-feira passada.

Para quem ligar em emergências?

A Central 156 de Atendimento ao Cidadão teve trabalho dobrado na semana passada por causa da forte chuva que atingiu a cidade na tarde de quinta-feira. Dobrou o número de solicitações feitas ao 156 pelo portal e via telefone, comparativamente aos dias considerados normais. Uma equipe de dez atendentes teve a jornada de trabalho antecipada para garantir a atenção aos pedidos emergenciais. O 156 é o principal canal de comunicação do cidadão com a Prefeitura. Em situações fora do normal como das ocorrências de quinta, a orientação é que os pedidos sejam direcionados à Central 156 para que o atendimento às demandas possa ser organizado. Mas outros canais podem ser usados pela população em casos de emergência.

Outros números

Defesa Civil 199
Bombeiros 193
Samu 192
Siate 193
Defesa Social 153
Copel 0800 51 00 116
Ocorrências em
rodovias federais 191

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES