Publicidade
Segurança reforçada

Universidade do Paraná fica em alerta após carta com ameaça de atentado

Trecho da carta
Trecho da carta (Foto: Reprodução)

Uma carta com uma ameaça de “maior execução de alunos já vista em todo o mundo” encontrada no banheiro do campus Uvaranas, colocou alunos, professores e a direção da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) em alerta máximo. 

Em nota, a assessoria da UEPG confirmou que a carta é verídica e que solicitou apoio da vigilância interna e de órgãos de segurança externos. “A Polícia Civil enviou dois investigadores que estão trabalhando no caso. As câmeras de segurança estão sendo analisadas para confirmar o fato e identificar a autoria”, destaca o comunicado da Universidade, ressaltando que agentes de segurança foram deslocados imediatamente até o campus para fazer vistorias. A nota informa que ameaças semelhantes já foram registradas em outras universidades brasileiras e estão sob investigação dos órgãos competentes. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta (21), reitor Miguel Sanches Neto pediu calma à comunidade acadêmica e agradeceu ao empenho dos agentes universitários e das polícias Civil e Militar. "Também vamos disponibilizar todos os nossos canais, inclusive um whatsapp, para quem tiver informações nos ajude", disse ele. 

O reitor da UEPG, o vice-reitor da UEPG, professor Everson Krum, e representantes das Polícias Civil e Militar concedem entrevista coletiva sobre as medidas adotadas nesta tarde.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES