Usuários do Detran no Paraná não serão prejudicados por greves

A greve dos bancários que começou nesta quinta-feira (19) em todo país não deve prejudicar os proprietários de veículos que precisam pagar o licenciamento anual. O Departamento de Trânsito do Paraná vai aguardar as decisões sobre a manutenção ou fim da paralisação e, se for necessário, estenderá os prazos de pagamento. 

Os donos dos veículos com placa final 3, 4 e 5 têm até o final do mês para efetuar a transação. Se a greve persistir até lá, vamos alterar o calendário do licenciamento, sem prejuízos aos proprietários. Em outubro, vence a taxa para placas com final 6,7 e 8 e, em novembro, para as placas final 9 e 0, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. 

Em 2013, o boleto para quitar a taxa passou a ser entregue para todos os proprietários de veículos, independente da existência de débitos. Assim, donos de automóveis, motos, caminhões ou ônibus com infrações de trânsito pendentes não precisam mais solicitar a emissão do boleto de pagamento em um caixa eletrônico do Banco do Brasil. 

O Banco do Brasil é o única instituição financeira credenciada para receber as taxas do Detran. Em outubro do ano passado, o Detran abriu a arrecadação para outros bancos, que estão em processo de habilitação. 

CORREIOS - A paralisação dos funcionários dos Correios também está sendo monitorada pelo Detran. Para evitar a demora na entrega de documentos é possível solicitar a retirada dos mesmos nas Ciretrans e postos de atendimento e ficar atento aos prazos de renovação da Carteira de Habilitação. 

É preciso, antes de tudo, ver qual será a dimensão dessa greve. O usuário não precisa correr para a Ciretran imediatamente. No ano passado, por exemplo, construímos um plano de contingenciamento junto com a administração dos Correios e não tivemos maiores problemas, mesmo com o envio dos documentos via malote para as unidades do interior, conta Traad. 

FIM DE SEMANA - A partir das 18h desta sexta-feira (20) até às 12h de segunda-feira (23), serviços oferecidos na internet, como o Detran Fácil, consultas para compra e venda de veículos, extrato de débitos e pontuação do condutor, ficarão indisponíveis. Também ficarão foram do ar sistemas usados por despachantes, fábricas de placas e centros de formação de condutores. A orientação é para que os usuários antecipem ou adiem a abertura de processos, principalmente de veículos. 

Serviços agendados, como curso de reciclagem de motoristas infratores, exames prático e teóricos de direção e exames médico e psicológicos acontecerão normalmente. 

Os serviços do Governo do Paraná pela internet ficarão fora do ar para que a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) faça a transferência de cerca de 750 equipamentos para a nova sala cofre do Data Center do Estado. Com o novo espaço, o Paraná terá estrutura compatível com padrões internacionais de segurança e disponibilidade, garantindo a integridade do conjunto de sistemas informatizados que atendem a toda administração. Para a população, isso significa maior segurança e disponibilidade das informações.