Começo do fim da pandemia

Vacinas contra Covid-19 chegam ao Paraná. Veja vídeo

(Foto: Franklin de Freitas)

A primeira carga de vacinas contra o novo coronavírus finalmente chegou ao Paraná no início da noite esta segunda (18). E segundo o planejamento da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa-PR), com as mais de 265 mil doses repassadas pelo Ministério da Saúde será possível vacinar 1,1% da população paranaense, com a imunização de 126.204 indivíduos – entre trabalhadores de saúde que atuam em Serviços de Saúde (a chamada “linha de frente”), indígenas em terras demarcadas, pessoas idosas institucionalidades e pessoas com deficiência em instituições inclusivas. Do aeroporto, o imunizante seguirá para o Cemepar, onde será catalogado e fracionado, para ser enviado a todas as regionais de saúde do estado. A partir das 20h, as primeiras doses devem chegar ao Hospital do Trabalhador, para imunizar os primeiros profissionais de saúde do Paraná.

Conforme o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, com a primeira carga de vacinas serão imunizadas, ao todo, 126.204 pessoas. Será possível, então, vacinar todas as pessoas com 60 anos ou mais que estão institucionalizadas e também todos os indígenas em terras demarcadas no Paraná. Já entre os trabalhadores de saúde, 102.960 serão vacinados agora, mas ainda ficará faltando a vacinação de quase 170 mil profissionais, que deverão ser imunizados nas próximas etapas da vacinação.

Ao longo de todo o ano, considerando os grupos prioritários, o Paraná pretende vacinar o total de 4.019.115 pessoas, o equivalente a 34,9% dos 11,52 milhões de habitantes do estado. Ainda assim, espera-se que já seja o suficiente para ao menos amenizar a crise sanitária e reduzir consideravelmente a circulação do vírus, conforme expressou na tarde de ontem, ao retornar de São Paulo, o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto.

“Momento de muita emoção para toda a equipe da Saúde do Paraná. Até aqui uma luta insana, muitas perdas, mas estamos recebendo o primeiro lote de vacinas, as coisas devem melhorar e vamos continuar o nosso trabalho”, disse o gestor público.

No que diz respeito ao primeiro lote de vacinas, a Região Metropolitana de Curitiba (RMC) deve receber o maior número de doses, imunizando um total de 37.360 pessoas. Na sequência aparecem a regional de Londrina, que poderá imunizar 13.320 pessoas, e as regionais de Maringá (8.880) e Cascavel (7.851).

Confira a previsão das doses que serão entregues para as regionais de Saúde:

1ª - Paranaguá - 2.240
2ª - Metropolitana - 39.240
3ª - Ponta Grossa  - 6.000
4ª - Irati - 1.520
5ª - Guarapuava - 5.920
6ª - União Da Vitória - 1.540
7ª - Pato Branco - 4.840
8ª - Francisco Beltrão - 2.680
9ª - Foz do Iguaçu - 5.160
10ª - Cascavel - 8.240
11ª - Campo Mourão - 3.440
12ª - Umuarama - 3.120
13ª - Cianorte - 1.240
14ª - Paranavaí - 3.040
15ª - Maringá - 9.360
16ª - Apucarana - 4.000
17ª - Londrina - 13.960
18ª - Cornélio Procópio - 3.600
19ª - Jacarezinho - 3.400
20ª - Toledo - 5.360
21ª - Telêmaco Borba - 1.880
22ª - Ivaiporã - 2.760
PARANÁ - 132.540.