Publicidade
Estimativa

Varejo pode deixar de faturar R$ 7,6 bilhões por causa de feriados

Por conta dos feriados nacionais, o varejo brasileiro pode deixar de faturar R$ 7,6 bilhões em 2019. A estimativa é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomércioSP). O montante, no entanto, representa apenas 0,4% de tudo o que o varejo fatura em um ano ou representa um dia e meio do comércio completamente fechado.
Segundo a entidade, esse valor é 32% inferior ao estimado em 2018 — R$ 11,2 bilhões — porque este ano haverá menos feriados e fins de semana prolongados. No ano passado foram 15 dias entre feriados e fins de semana prolongados. Este ano serão dez dias. Nessa conta foram desconsiderados os feriados municipais e estaduais.
O setor que deve ser mais prejudicado com os feriados este ano é o de outras atividades (combustíveis, joias e relógios e artigos de papelaria, entre outros), que pode perder R$ 3,6 bilhões em 2019, segundo a Fecomércio. Já a atividade de supermercados pode perder R$ 1,93 bilhão; a de farmácias e perfumarias R$ 1,1 bilhão; a de vestuário, tecidos e calçados R$ 801 milhões e a de móveis e decoração, R$ 620 milhões. Contudo, outros setores se beneficiam dos feriados, especialmente os voltados ao turismo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES