Casa e comércio

Venda de imóveis novos cresceu 12% em Curitiba no ano passado

(Foto: Franklin de Freitas)

As vendas de imóveis residenciais e comerciais em Curitiba encerraram o último ano em expansão. Foram 6,8 mil unidades comercializadas em 2021, um crescimento de 12% sobre 2020. Os dados fazem parte da mais recente pesquisa realizada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário no Paraná (Ademi-PR), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica.

Entre as 6,8 mil unidades com vendas concluídas em 2021, estão 6.193 apartamentos, 79 casas e 525 unidades comerciais verticais. Para o consultor de pesquisa de mercado da Ademi-PR e sócio consultor da Brain, Guilherme Braga Werner, o desempenho positivo decorre da seguinte combinação: conjuntura favorável, ano passado, para o investimento em imóveis, e a qualidade dos lançamentos no mercado imobiliário de Curitiba.

Quando observado o Valor Geral de Vendas (o VGV, como é conhecido no mercado), o desempenho é ainda maior: aumento de 36,4% ano passado, sobre 2020. O VGV em 2021 somou R$ 4,3 bilhões. Esse incremento se explica pela predominância de vendas de imóveis de alto padrão, segundo Werner.