Vice-prefeito de Pontal do Paraná é preso por atentado ao pudor

O vice-prefeito de Pontal do Paraná, Euclides Danilo Garbellotti Filho, foi preso na manhã desta terça-feira (8) por policiais militares. O político possuía em seu nome um mandado de prisão em aberto pelo crime de atentado violento ao pudor, cometido, com uso de violência, contra uma adolescente.

Eleito vice-prefeito pelo PPS nas eleições do ano passado, Garbellotti Filho, de 53 anos, cumpre seu primeiro mandato eletivo. O crime pelo qual ele foi condenado ocorreu em 2007, época em que a vítima tinha 13 anos.

Recebemos uma solicitação, enviada pelo Fórum Eleitoral de Matinhos, para darmos cumprimento a um Mandado de Prisão contra o vice-prefeito de Pontal do Paraná. Segundo o fórum, foi acessado o cadastro eleitoral do suspeito e descobriram que ele tinha em aberto um mandado por atentado violento ao pudor e presunção de violência, explica o capitão César Kamakawa, comandante da 2ª Companhia do 9º Batalhão da Polícia Militar.

Garbellotti Filho foi preso quando saía de seu apartamento, localizado no balneário de Canoas. Durante a prisão ele alegou que as medidas sobre os mandados já estavam sendo tomadas judicialmente, pois estavam pendentes desde o ano de 2007, conta o capitão Kamakawa.