Solidariedade

Vizinho de prédio no Água Verde, sargento conta como ajudou a socorrer vítimas de explosão

O sargento Marcos Rogério Bezerra: vizinho do prédio ajudou a socorrer vítimas de explosão
O sargento Marcos Rogério Bezerra: vizinho do prédio ajudou a socorrer vítimas de explosão (Foto: Frank de Freitas)

Morador vizinho do prédio onde ocorreu a explosão no apartamento do bairro Água Verde, neste sábado, o sargento Marcos Rogério Bezerra contou como ajudou a socorrer as vítimas do incidente. "Eu tinha acabado de chegar na minha casa do mercado e estava conversando com minha esposa quando escutamos a explosão. Ficamos meio perdidos no momento, não sabíamos o que estava acontecendo. Quando olhei na janela do meu edifício que dá para os fundos para a edificação que explodiu. Nesse momento nós escutamos os gritos e corremos para ajudar", explicou. "Chegando ao local, arrombamos o portão, entramos. Nisso já encontrei um soldado da polícia que estava passando no local e também foi nos ajudar. Depois chegou mais dois bombeiros e mais um oficial também para ajudar", contou. "Entramos no andar onde estava ocorrendo o incêndio onde ocorreu a explosão. Debelamos o incêndio. Acessamos a sala onde estava na área de serviço a vítima. E retiramos a vítima do recinto", afirmou.

Segundo ele, vários policiais e profissionais de segurança que moram na região ajudaram na ocorrência. "A tragédia até poderia ter sido pior. Ao redor tem vários profissionais da área. Vários pessoas militares, polícia federal, junto com a capitã da polícia que mora na mesma edificação fizeram o controle de entrada na edificação. Isso facilitou o nosso combate", disse. "É uma sensação de que tudo aquilo que você aprendeu não foi em vão", afirmou ele sobre o episódio.