truquesdestyling

Você sabe qual é o seu estilo?

Casual é aquela roupa de briga, de todo dia, confortável, que pode ser simples, mas não precisa ser sem graça. Olha ai a Jane Birkin de camiseta branca e calça jeans. 
Casual é aquela roupa de briga, de todo dia, confortável, que pode ser simples, mas não precisa ser sem graça. Olha ai a Jane Birkin de camiseta branca e calça jeans.  (Foto: Fotos: Pinterest/Reprodução)

Roupa nenhuma define você. É o contrário. Você é um ser incrível e complexo que pode mudar ao sabor do vento, ser a mesma sempre, seguir o estilo que quiser, vestir a moda que der na telha, ser purista ou misturar todas as referências num mesmo look. Você é quem precisa se sentir bem e confortável na roupa que escolher para cada dia da vida.

Quando a gente vai além da imagem refletida no espelho e começa a se conhecer um pouco mais, descobre do que gosta ou não, que estilos combinam com o seu, as peças que abraçam o seu corpo de um jeito mais gostoso. Nada que não possa ser mudado. A gente não precisa ser coerente o tempo todo. Não na moda, pelo menos. Hoje eu vou mostrar como peças bem básicas podem mudar com alguns detalhes, como modelagens, cores, materiais e jeitos de usar. Esse repertório fashion ajuda a aumentar suas combinações e a fugir da roupa igual de todos os dias. Cada proposta seguindo um estilo diferente. Você pode se identificar mais com um do que com outro, ter mais de um ou ter todos, mas vai, principalmente, perceber que estilo não é prisão, é diversão.

Tudo que tem babado, bordado, textura, detalhe, enfeite e meio romântico. Mas não tem de ser aquela bonequinha de saia rodada. A moda boho, assim como as outras expressões vintage, são muito ricas e, portanto, românticas.

Ser sexy sem ser vulgar é poder. Este estilo é feito de símbolos, fetiches e, sobretudo, de como usar tudo isso de um jeito elegante.

Clássico não é careta. Alfaiataria, por exemplo, é clássica e é cool. A diferença aqui são os materiais nobres, a escolha bem feita, a sofisticação.

Ser criativa é vida! Mistura tudo ou usa as coisas de um jeito diferente. Dobra a barra de um jeito particular, mistura as cores, busca referências contrastantes.

Dramática é uma criativa mais minimalista em cores, mais opulenta em volumes e tão sofisticada quanto a clássica.