Europa

Volante revelado pelo Athletico vira artilheiro na Itália

Hernani e Kucka: artilheiros do Parma
Hernani e Kucka: artilheiros do Parma (Foto: Reprodução/Parmacalcio1913.com)

O volante Hernani, 26 anos, é o artilheiro do Parma no Campeonato Italiano 2020/21. O jogador marcou seis gols em 25 partidas (20 como titular) e divide a artilharia da equipe com o meia eslovaco Kucka, que tem seis gols em 23 jogos (23 como titular). Na disputa entre os dois, a média de gols do brasileiro é melhor, já que ficou 1.607 minutos em campo e o europeu, 1.965 minutos.

Clique aqui para assistir a uma coleção de gols e assistências de Hernani no futebol europeu, no canal FootyScoutHD no Youtube.

Revelado nas categorias de base do Athletico, Hernani vem jogando como médio-centro no esquema tático 4-3-3 do Parma, vice-lanterna do campeonato. Kucka jogou metade da competição também como médio-centro e outra metade como meia-ofensivo, quando a equipe variou para o 4-2-3-1.

Hernani e Kucka estão empatados em assistências, com dois cada. Outro destaque da equipe é o ponta marfinense Gervinho, com quatro gols e uma assistência. O centroavante titular do Parma, o gigante dinamarquês Cornelius, de 1,93 m de altura, vive seca de gols. Só marcou um em 19 rodadas (15 como titular).

Comandado pelo técnico italiano Roberto D´Aversa, o Parma está em penúltimo lugar e luta contra o rebaixamento nas dez últimas rodadas da competição.

O artilheiro geral do Campeonato Italiano é Cristiano Ronaldo, com 23 gols em 24 jogos.

HISTÓRICO NO ATHLETICO
Hernani começou a se destacar cedo. Em 2011, com 16 anos, disputou o Mundial Sub-17 e o Sul-Americano Sub-17 com a seleção brasileira. Em 2013, com 18 anos, virou titular do time de aspirantes do Athletico, que foi vice-campeão do Paranaense. O jogador marcou dois gols e fez duas assistências naquela campanha, jogando ao lado do goleiro Santos, do volante Renan Foguinho, dos meias Renatinho e Zezinho, do versátil Pablo, dos pontas Edigar Junio, Marcos Guilherme e Douglas Coutinho e do centroavante Crislan.

Em 2014, Hernani passou a ser mais utilizado pela equipe principal, com o técnico Claudinei Oliveira. Em 2015, virou titular absoluto no Brasileirão, com o técnico Milton Mendes, jogando ao lado do volante Otávio, hoje no Bordeaux. Em 2016, fez excelente temporada sob o comando do técnico Paulo Autuori e terminou como vice-artilheiro da equipe no Brasileirão, com seis gols em 30 jogos — só ficou atrás de Pablo (9 gols em 33 jogos).

HISTÓRICO NA EUROPA
Em janeiro de 2017, Hernani foi vendido pelo Athletico Paranaense para o Zenit, da Rússia, por 8 milhões de euros (o equivalente a R$ 52 milhões na cotação atual). O técnico da equipe russa era o romeno Mircea Lucescu, 71 anos, famoso por admirar o futebol brasileiro. No Shakhtar Donetsk, esse treinador ficou marcado por conseguir adaptar vários jogadores brasileiros talentosos ao futebol europeu (como Jadson, Fernandinho e Willian, por exemplo).

Em junho de 2017, o Zenit trocou Lucescu pelo italiano Roberto Mancini. Hernani teve um início promissor no clube russo, mas o italiano não quis utilizá-lo. O brasileiro acabou emprestado para o Saint-Étienne, da França. Foram 17 jogos e quatro gols pelo clube francês. Retornou ao Zenit e acabou utilizado pelo técnico russo Semak na temporada 2018/19. Não conseguiu se firmar como titular, apesar de algumas boas atuações. Chegou ao Parma em julho de 2019, também por empréstimo. Desde então, virou peça-chave no esquema de Roberto D´Aversa, que comanda o Parma desde 2017. No início de 2020, o treinador chegou a comparar Hernani ao ídolo Veron – clique aqui para ler mais.

Em setembro de 2020, o Parma decidiu comprar Hernani e pagou 4,5 milhões de euros pelo jogador (cerca de R$ 29 milhões).