Publicidade
Olho no trânsito

Volta às aulas deve antecipar horários de pico nas ruas de Curitiba a partir de segunda

(Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

A partir de segunda-feira (30), os horários de pico no trânsito da cidade devem se concentrar em períodos mais cedo, no início da manhã e no final da tarde, por causa do retorno às aulas. A perspectiva da Superintendência de Trânsito (Setran), com base em anos anteriores, é que o tráfego de veículos seja mais intenso por volta das 7h e das 17h30, com o movimento de pais e responsáveis próximo de estabelecimentos de ensino aumentando de 30% a 40%. 

“Reforçamos a importância de os motoristas redobrarem a atenção no trânsito, principalmente próximo de escolas, onde aumenta a concentração de pedestres e o limite de velocidade é de 30 km/h”, afirma a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

Algumas escolas da rede particular já retornaram às aulas na segunda-feira passada (23). Outras retomam nesta segunda (3). A rede municipal de Curitiba volta às aulas no dia 1º de agosto, mas nesta semana os professores participam da Feira de Educação, uma preparação inédita para reotmar o ano letivo. Na rede estadual as aulas do segundo semestre começam na segunda-feira.

Ao levar ou buscar as crianças na escola, pais e responsáveis devem respeitar a sinalização de embarque/desembarque e parar somente pelos segundos necessários para que a criança possa entrar ou sair, de modo a dar a vez para que outras famílias procedam da mesma forma.

“Respeitar a sinalização existente na hora de estacionar também é uma forma de educar o filho”, alerta Battistella. Estacionamento em contramão de direção e em locais proibidos continuam sendo infração de trânsito, mesmo nas quadras com escolas.

Cuidados redobrados
Na hora de levar os filhos para a escola, também é importante estar atento e observar todo o movimento ao redor, evitando ficar muito tempo dentro do carro parado. A orientação da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito é que todas as pequenas atitudes que puderem ser antecipadas, ainda em casa, como organizar a mochila ou fechar o pote de lanche, não devem ser feitas na rua.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES