Luto

Zague, ídolo e artilheiro do Corinthians na década de 1950, morre aos 86 anos

Morreu José Alves dos Santos, um dos protagonistas do Corinthians da década de 1950, aos 86 anos, na terça-feira. Chamado de Zague por seus companheiros de campo e pela torcida alvinegra, o centroavante lutava contra o Mal de Alzheimer.

"O Corinthians perdeu um ídolo nesta terça", lamentou o clube alvinegro no Twitter. Zague vestiu a camisa corintiana entre 1956 e 1961. Nesse período, participou de 242 partidas e marcou 127 gols. "Nossos sentimentos a parentes, amigos e fãs", escreveu o time do Parque São Jorge.

Natural de Salvador, Zague fez a sua estreia em um clássico contra o Santos. Marcou dois gols, apresentando sua habilidade aos torcedores que acompanhavam a partida nas arquibancadas da Vila Belmiro. Naquela ocasião, o Corinthians venceu por 4 a 0.

Sua fama não se restringiu ao solo brasileiro. Além do time alvinegro, Zague fez sucesso no América, do México. Lá, o centroavante foi campeão e artilheiro do Campeonato Mexicano e conquistou por duas vezes a Copa do México.

Seu filho, Luís Roberto Alves, o Zaguinho, seguiu os mesmos passos do pai. Jogou na base do Corinthians e vestiu a camisa do América. No México, o sucesso foi tamanho que ele até se naturalizou. Jogou por 11 anos no clube em que seu pai foi ídolo.