Arquivo/ABr

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), as vendas on-line registraram um aumento de 2% em seu faturamento, atingindo a impressionante marca de R$ 80,4 bilhões. Esse avanço é impulsionado por diversos fatores, incluindo a queda nos juros e a desaceleração da inflação, que têm contribuído para estimular o consumo pela internet.

No ano anterior, o E-commerce já havia apresentado um crescimento significativo, com um faturamento total de R$ 169,9 bilhões, representando um aumento de 5% em relação a 2021.