15º

Casos de dengue no Paraná caem 94% de agosto de 2011 a abril deste ano

Atualmente, 263 municípios paranaenses são considerados infestados e 114 já tiveram casos confirmados

25/04/12 às 10:34   |  Agência Brasil

O número de casos de dengue no Paraná caiu 94% no período de agosto de 2011 a abril deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando foram notificados 56.440 casos. Desse total, 25.372 foram confirmados como autóctones – em que a infecção ocorreu dentro do estado. De acordo com os últimos dados da Secretaria Estadual de Saúde, foram notificados 19.093 casos, confirmados 1.361, dos quais 1.219 autóctones e 142 importados. Nesse período, não houve nenhuma morte pela doença no Paraná.


Atualmente, 263 municípios paranaenses são considerados infestados e 114 já tiveram casos confirmados. O relatório da Secretaria de Saúde inclui novos municípios na lista dos que enfrentaram epidemias de dengue. Cidades com registro histórico de poucos casos, como Francisco Beltrão, enfrentaram epidemias, com o maior número de casos, 444. Em seguida, vêm Toledo (97), Alto Piquiri (79) e Diamante do Norte (69). A situação também é preocupante em Jaguapitã e Boa Vista da Aparecida, devido à alta incidência de casos.


O risco da doença é considerado iminente durante todo o ano. A orientação da secretaria é que a população se mantenha alerta mesmo com a chegada do frio, período em que é registrada redução no número de casos. Com temperaturas mais baixas, o inseto se desenvolve de maneira mais lenta. Os ovos do Aedes aegypti podem sobreviver até 450 dias.


A secretaria informa que vai aproveitar o período de maio a julho para planejar as atividades e qualificar profissionais para o controle do mosquito transmissor da doença e a assistência às vítimas. As regionais de saúde devem elaborar um relatório sobre a situação de cada município que enfrentou epidemia ou surto de dengue neste ano. O documento será apresentado ao comitê gestor e ao controle social, servindo como base para melhorar a qualidade dos planos de contingência municipais e estadual.

Publicidade
0 Comentário