Tumulto no front

24/10/12 às 00:00 por Fernando Tupan

O dia foi agitado para os lados da coligação Curitiba Criativa. O péssimo resultado nas pesquisas eleitorais sobre intenção de voto do eleitorado curitibano no 2º turno fez a campanha de Ratinho Junior (PSC) desabar em uma crise. No meio da tarde já circulavam boatos de que mudanças eram eminentes no comitê do Alto da XV. Por volta das cinco horas os rumores se confirmaram.
O apresentador de televisão do SBT Carlos Massa, o Ratinho, resolveu afastar o marqueteiro da linha de frente da campanha – por entender que ele adotava um posicionamento para levar a candidatura do líder do 1º turno para um final infeliz no dia 28 de outubro. A gota d´água da decisão teria sido o programa do meio dia, soft demais para quem perdeu terreno em duas semanas.
A partir de agora, Ratinho adotará uma postura ofensiva nos comerciais e também durante o programa diário. A ideia é bater. Da cabeça para baixo tudo é canela. A medida parece ser uma posição de um candidato desesperado, que se afoga em contradições de um dia para outro. A tentativa de Ratino se salvar poderá ser a consumação da eleição de Gustavo Fruet (PDT) no próximo domingo.

Novos Rumos
A coligação Curitiba Criativa reformulou o conceito para os programas eleitorais de Ratinho Junior. A produtora Farol Multimidia irá criar e produzir os comerciais de 30 segundos do candidato. A EasyFilms, contratada para campanha do 2º turno ficará responsável pela criação dos programas eleitorais.

Diferenças
A Farol vai enfocar as diferenças entre os dois candidatos nos comerciais que irão ao ar em diversos horários. A Easy vai trabalhar o projeto de governo de Ratinho Junior (PSC) para a prefeitura de Curitiba e na troca de energia com a população. O eleitor poderá sentir a mudança nas próximas horas.

Adiada
A eleição do diretório municipal do PMDB em Curitiba foi adiada por seis meses. O presidente da legenda, Roberto Requião, conseguiu transferir o pleito para junho, quando completará dois anos de mandato. A ação foi considerada um golpe por peemedebistas contrários a orientação política do senador. Para eles, Requião tenta uma manobra para ficar no poder por mais tempo. Além de ganhar tempo para se viabilizar para a próxima eleição.

Hit
Os cantores Leonardo, Fernando &Sorocoba, Eduardo Costa e a banda Inimigos da HP foram atingidos por uma decisão da juíza Renata EstorilhoBaganha, da 3ª Zona Eleitoral, e estão impedidos de aparecer cantando o jingle de Ratinho Junior no horário eleitoral. A música,o primeiro hit desta campanha eleitoral, poderá ser exibida sem restrições. Mas sem as imagens.

Lei Seca
Os eleitores de Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Londrina e Cascavel não poderão tomar loiras geladas em locais públicos das 6 às 18h de domingo. O motivo é a Lei Seca decretada pela secretaria de Segurança Pública para o dia da eleição de 2º turno. Aqueles que forem flagrados responderão processos judiciais. Os estabelecimentos comerciais também estão impedidos de vender bebidas alcoólicas. 

Apoios importantes
Gustavo Fruet (PDT) tem muito que comemorar nos últimos dias de campanha. Durante a Plenária que vai acontecer hoje, às 20h, na Sociedade Morgenau, onde são esperados 3 mil militantes, Fruet vai receber apoio dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Mirian Belchior (Planejamento). Estarão presentes vereadores e deputados que o apoiam neste 2º turno.

Desculpa
O senador paranaense Roberto Requião apresentou no Twitter uma desculpa para receber a aposentadoria como ex-governador do Paraná: pagar indenizações judicias por crimes contra a honra. Durante sete anos de governo (2003-2010), Requião se comportou como um rei, ofendendo a todos que o contrariassem. Por respeito aos princípios da Carta de Puebla, ele não merece receber outro salário milionário pago pelo contribuinte paranaense.

Lousa interativa
Gustavo Fruet (PDT) vai ter que madrugar nesta quinta-feira. As 7h30 ele será entrevistado da Rádio Clube. Meia hora depois será a vez da Lumen. As 10h, o pedetista fala na Bandnews. A partir das 11h gravará cenas para o programa eleitoral. A partir das 19h participará de uma sabatina na Universidade Positivo. **** Os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram ontem que o empate beneficia o réu no processo e ele deve ser absolvido. Com a decisão sobe para 12 o número de réus absolvidos pelo STF no julgamento do mensalão. Dos 37 réus, 25 foram condenados. **** A pena parcial do operador do mensalão do governo do petista Luiz Inácio Lula da Silva, Marcos Valério, acumula 11 anos de prisão e multa de R$ 978 mil. Hoje o STF vai continuar o julgamento e a pena final deverá aumentar. Até o final da semana os ministros decidirão quantos anos José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino pegarão.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Coluna do Tupan
Coluna do Tupan Redefinição de forças
Coluna do Tupan Movimento
Coluna do Tupan Relações
Blogs
Ver na versão Desktop