Seleção vê todos em condições para estreia

12/06/13 às 00:00

O Brasil está pronto para fazer bonito na Copa das Confederações, pelo menos suportar os 90 minutos das partidas e não sofrer com o condicionamento físico a partir deste sábado, diante do Japão, em Brasília. A informação é do preparador Paulo Paixão, que teve de se desdobrar para recuperar um elenco vindo de todas as partes do Brasil e desgastado por uma temporada longa sobretudo na Europa. Nem mesmo Oscar, Neymar e Marcelo preocupam mais a comissão técnica. Paulo Paixão garante que a condição física de Neymar e sua disposição para jogar são excelentes depois desses quase 15 dias juntos na preparação da seleção.
A bola com a qual a seleção brasileira treina não é mais a do seu patrocinador, a Nike. A partir desta terça-feira, os jogadores passaram a trabalhar com a bola oficial da Copa das Confederações, da concorrente Adidas. Nesse disputa de marcas e de compromissos, quem sai perdendo é o time. O preparador de goleiro Carlos Pracidelli disse que a nova bola é muito mais leve, toma impulsão no ar e pode chegar para os goleiros em zigue-zague, o que, claro, dificulta a defesa. Julio Cesar, Diego Cavalieri e Jefferson já haviam solicitado para a comissão técnica a chance de trabalhar com a bola oficial desde antes do amistoso do Rio, no dia 2 de junho, contra a Inglaterra. Mas a CBF, para não ferir egos e seus parceiros, permitiu apenas que eles se revezassem com as duas marcas diferentes.

Eliminatórias
A seleção da Argentina voltou a tropeçar nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2014, que acontecerá no Brasil. Jogando em Quito, o time de Lionel Messi empatou por 1 a 1 com o Equador, ontem. O terceiro empate seguido, contudo, não tira os argentinos da liderança da tabela de classificação. O time chegou aos 26 pontos, enquanto a Colômbia, que derrotou o Peru por 2 a 0, está em segundo, com 23. Equadoe e Chile — que venceu a Bolívia por 2 a 1 — estão em terceiro, com 21 pontos. O Uruguai subiu para a 5ª posição, agora com 16 pontos, ao bater a Venezuela fora de casa por 1 a 0.

Grêmio x São Paulo
Colocado novamente sob desconfiança depois de perder para o Atlético Mineiro por 2 a 0, no último domingo, o Grêmio depende de uma vitória contra o São Paulo, hoje, às 22 horas, na Arena Grêmio, para fazer as pazes com seu torcedor. O técnico Vanderlei Luxemburgo, que voltou a ter seu trabalho questionado, abandonou a ideia de revezar Elano e Zé Roberto no meio de campo e deve escalar os dois juntos. No São Paulo, o cenário atual não permite meio termo. Se vencer os gaúchos, o técnico Ney Franco ganha oxigênio. Mas seu cargo correria perigo em caso de uma derrota.

Portuguesa x Fluminense
A Portuguesa tenta vencer a primeira no Campeonato Brasileiro e passar a "parada" para a Copa das Confederações fora da zona de rebaixamento. O grande desafio, porém, será superar o Fluminense, hoje, no estádio do Canindé, em São Paulo, em jogo adiado pela segunda rodada. Após estrear com derrota para o Vasco por 1 a 0, a Portuguesa acumula três empates seguidos. O Fluminense, por sua vez, tem 9 pontos e assume a liderança se vencer — hoje, a primeira posição é do Coritiba, com 11 pontos.

Santos x Atlético-MG
O Santos precisa da vitória contra o Atlético Mineiro, hoje, às 19h30, na Vila Belmiro, para sair da lanterna do Campeonato Brasileiro e ter um pouco de paz nos 24 dias de recesso durante a disputa da Copa das Confederações. Com apenas dois pontos ganhos nas quatro primeiras rodadas, o vice-campeão paulista tem a sua mais fraca campanha em início da competição desde 1989. O Atlético entra em campo sem a presença de cinco titulares: o zagueiro Réver, o meia-atacante Bernard e o atacante Jô (na seleção) e o zagueiro Leonardo Silva e o atacante Diego Tardelli, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Corinthians
A renovação do contrato do atacante Emerson "travou". A diretoria do Corinthians e o jogador não se entendem sobre o tempo de duração do novo acordo. O vínculo atual termina em dezembro deste ano e, nessa altura, ele já pode assinar um pré-contrato com outro clube para deixar o Parque São Jorge de graça na próxima temporada. A proposta da diretoria é renovar o contrato por um ano, até dezembro de 2014, e dar um pequeno reajuste salarial ao jogador.

Botafogo
O futuro de Fellype Gabriel deverá ser definido hoje. O meia do Botafogo tem duas propostas dos Emirados Árabes Unidos. Os clubes interessados não foram divulgados, mas o valor da multa rescisória, de quase R$ 7 milhões, será pago em caso de confirmação da transação. Com os salários atrasados, o time alvinegro tem interesse em negociar Fellype Gabriel, que também está satisfeito com a proposta salarial dos árabes, quase três vezes o que ganha no clube carioca.

Flamengo
De folga por mais de uma semana, os jogadores do Flamengo se mantêm atentos ao noticiário do clube, na expectativa pelo anúncio do novo treinador. Os dirigentes continuam as conversas com Mano Menezes e tudo indica que um acerto deve acontecer ainda esta semana. O que separa Mano Menezes do clube rubro-negro é a garantia de que pelo menos três reforços graduados virão. O salário, segundo o próprio técnico, não é a principal questão.

Vasco
Prestes a completar dois meses de salários atrasados, o Vasco tenta fechar logo o acordo com a Caixa Econômica Federal. Ontem, o diretor geral do clube, Cristiano Koehler, prometeu quitar os débitos com funcionários e jogadores até a próxima semana. O time está de folga devido à paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa das Confederações.

Palmeiras
O Palmeiras confirmou ontem a contratação do meia William Mendieta como novo reforço da equipe para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O paraguaio assinou contrato por quatro anos com o clube, que adquiriu 100% de seus direitos econômicos. Agora, o jogador só pensa em levar o time paulista de volta à elite.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop