Frio aumenta em SP, que pode ter 8ºC na terça; no sul do país pode nevar

17/07/17 às 10:44 - Atualizado às 16:48 Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após um fim de semana ensolarado, o paulistano volta a enfrentar uma nova onda de frio nesta semana, com temperatura mínima na casa de 8ºC. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a presença de uma massa de ar polar, que atingiu o país neste final de semana, vai derrubar as temperaturas no sudeste, centro-oeste, em parte do norte e até causar neve nas regiões mais altas do sul do país. Nesta segunda-feira (17), a temperatura mínima na capital paulista por volta das 6h era de 14,2ºC. Esse índice deve cair mais nesta terça (18), alcançando 8ºC. A friaca em solo paulistano, segundo o Inmet, deve persistir até a próxima quinta-feira (20). A partir de sexta, a temperatura máxima prevista será de 23ºC. De acordo com o instituto, a queda das temperaturas na capital paulista não trará chuva para a cidade. Um bolsão de ar seco que ainda paira sobre a região impede a formação de nuvens. Haverá apenas chuviscos isolados mais na porção leste do Estado de São Paulo. NEVE A influência da massa de ar polar deve causar a formação de neve entre a tarde e o início da noite desta segunda em várias cidades serranas no sul do país. Nesta segunda, a menor mínima da região sul foi registrada em São José dos Ausentes (296 km de Porto Alegre), com 0,8ºC. A cidade deve ser uma das que irão registrar flocos de neve durante o dia. Já em Pinheiro Machado, também no Rio Grande do Sul, a Brigada Militar registrou a ocorrência de "chuva congelada", por volta das 4h desta segunda. O fenômeno geralmente antecede a ocorrência de neve. Em junho, cidades catarinenses como Urupema, São Joaquim, Urubici, Bom Jardim da Serra e Irani registraram neve.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop