Jovens que lêem jornais preferem impresso, revela pesquisa

16/08/17 às 13:54 - Atualizado às 21:32 Redação Bem Paraná com assessoria
(foto: Divulgação)

Um estudo realizado pela Universidade Positivo (UP), de Curitiba, com 6.983 vestibulandos, revela o hábito de consumo de notícias desses jovens. Mais de 60% deles utilizam as redes sociais para se manterem atualizados sobre os acontecimentos do dia a dia. O segundo meio de comunicação mais utilizado para o consumo de notícias por esses estudantes é a TV, com 18,4% das respostas. Entre os 18,1% que lêem jornal, mais da metade o fazem no meio impresso (59%) e 41% acessam os conteúdos de jornais online. Os portais de notícias são o principal meio de consumo de notícia de 3% dos vestibulandos entrevistados e as emissoras de rádio foram citadas por 0,4% deles.

O estudo foi realizado por meio de questionário na ficha de inscrição para a Mostra de Profissões da UP, que aconteceu no início de agosto, no câmpus Ecoville da Universidade, em Curitiba (PR). Entre todos os entrevistados, apenas 12,4% já concluíram o Ensino Médio e 77% terminam no final do ano. Muito mais independentes, 37% dos estudantes são de fora de Curitiba. Apenas 32% vão prestar um único vestibular – a maioria (63%) planeja se inscrever em 2 a 5 concursos. Entre os fatores que mais pesam na escolha da universidade, o principal é o programa e a qualidade do curso (40%), seguido pela avaliação da instituição pelo MEC (26%) e reputação da universidade no mercado (12%). Os fatores menos citados foram corpo docente (2%), localização (2%), infraestrutura (6%), preço (8%) e reconhecimento dos egressos (6%).

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop