Jornalismo puro da CNN é mais um exemplo a ser seguido

12/09/17 às 10:00 Por: Flavio Rico Colaboração: José Carlos Nery

Cobertura de guerras e acidentes da natureza, entre outras tragédias, são sempre grandes desafios para qualquer jornalista, muitas vezes deixando marcas para o resto da vida. A passagem do Irma, com todos os estragos causados, foi mais uma dessas desgraças e o trabalho realizado pela CNN, como não poderia deixar de ser, em mais esta vez chamou atenção pelo alto grau de profissionalismo e seriedade. Informações precisas a todo o momento, sem nunca deixar de ressaltar ou valorizar o trabalho e nomes dos repórteres que se colocam na linha de frente. Aliás, muito diferente do que, no geral, acontece aqui. O que se viu, em toda a cobertura da CNN, foi jornalismo puro, destacando sempre a importância da notícia. Tudo ao contrário do que fez uma correspondente da Globo News, no comecinho da noite de domingo, que no alto de um terraço de hotel, segura, sem correr qualquer risco e uma janela ao fundo como cenário, se limitou a falar dela. Disse que no local não havia luz, que foi obrigada a subir vários lances de escada e por isso estava suada. Tá bom. Melhor que ela, se saiu um cubano, na sequência da mesma Globo News, com uma garrafa de cerveja na mão, mas se preocupando em mostrar com imagens do celular o estrago do lado de fora.


Barrigada
Rede social, como fonte, não dá. Qualquer informação, vinda de uma dessas mídias, exige cuidado. Antes de tudo, uma checagem. Foi o que não fez o narrador Ulisses Costa, da rádio Bandeirantes, ao anunciar a queda do avião do cantor Leonardo. Barrigou feio. Depois foi obrigado a consertar e dizer que não caiu avião nenhum.

Lembrou de outra
Há muitos anos, um locutor da rádio Bandeirantes, afobado em dar o furo, saiu com essa: “o Papa Paulo VI acaba de falecer”. Minutos depois, ao verificar que tal fato não tinha ocorrido, voltou ao microfone: “lamento informar que o Papa não morreu”.

Paquera
Difícil saber no que vai dar. Se já é namoro ou amizade, mas o caso do narrador José Silvério com a Transamérica FM SP já vai além da troca de olhares. No que isso vai dar ainda é impossível saber. Silvério tem toda uma história na Bandeirantes, mas o interesse de contar com ele, por parte do Eder Luiz, é muito grande.

Lado comédia
Com Grace Gianoukas em cena pode-se esperar, principalmente, por bons momentos de humor. Está confirmada a sua convocação para ‘Orgulho e Paixão’, novela das 6, escrita por Marcos Bernstein. É a substituta de ‘Tempo de Amar’ na Globo.

Carregando no blush
Não é por nada não, mas tem alguém errando na mão no que se refere à maquiagem da Juliana Paes em ‘A Força do Querer’. Em algumas cenas chega a se confundir com uma máscara. Ainda que considerando as características da personagem, será que é preciso chegar a tanto?

Não para, não para
Uma vez mais, agora na final do ‘Popstar’, Fernanda Lima se adiantou à Globo e “colocou” o ‘Amor & Sexo’ na programação 2018. E também anunciou que Eduardo Sterblitch seguirá no programa.

Feliz coincidência
Hoje a Record estreia a nova ‘Fazenda’ e em um momento em que o seu sinal foi restabelecido em todas as operadoras. Fato que poderá agregar novo público ou trazer de volta os que escaparam durante o desligamento.

Garantindo (1)
A Bandeirantes, com várias chamadas no ar, crava para dia 25 a estreia do “Exathlon Brasil”, reality de resistência com Giba e Maurren Maggi, além de outros tantos carimbados em seu elenco. O embarque da tropa para a República Dominicana está confirmado ainda para esta semana. Mudou por causa do Irma.

Garantido (2)
Mais de 50 profissionais já estão diretamente envolvidos no projeto do “Exathlon”, incluindo o diretor Pablo Mazover, de vários trabalhos na casa. Mas também haverá gente da produtora turca na direção, no Caribe. Com os prazos cada vez mais apertados, promete ser uma estreia “com emoção”.

Leandra de volta
Após “Justiça”, exibida ano passado, Leandra Leal foi convocada para mais uma série da Globo, “Assédio”, que já tem no elenco Antonio Calloni e Adriana Esteves. Uma história ficcional, livremente inspirada no livro “A Clínica – A Farsa e os Crimes de Roger Abdelmassih”, de Vicente Vilardaga. O roteiro é de Maria Camargo, escrita com Bianca Ramoneda, Fernando Rebelo e Pedro de Barros.


Foto: Yuri Sardenberg

Três fases – Juliana Silveira iniciou preparação para fazer Raquel em ‘Apocalipse’, próxima bíblica da Record. Na história que estreia em novembro, ela vive um casamento em crise e passa por situação de violência doméstica.  Juliana já participa de encontros com a atriz que a interpretará na primeira fase, aos 7 anos. Na segunda, a personagem terá 21 anos e na terceira, quando Juliana assume o papel, 37 anos.


Bate – Rebate

  • Em mil 1.900 e antigamente, ‘Poliana’ já foi título de novela na TV Tupi...
  • ... Escrita por Tatiana Belinky, teve Verinha Darcy no papel principal..
  • ... Verinha, por acaso, irmã do Silvio Luiz...
  • ... ‘Poliana’, agora, será novela do SBT. Mas com uma outra história, naturalmente.
  • A Globo já está com uma programação especial armada com vistas ao novo ‘Rock in Rio’...
  • ... O Multishow, idem, na mesma data, prometendo começar com a abertura dos portões e se encerrar só com o fechamento deles.
  • Guilherme Guedes, Didi Wagner, Dedé Teicher, Rodrigo Pinto, Luisa Micheletti, Titi Müller, Laura Vicente, Dani Monteiro, Bruno De Luca, João Gordo, China, Jimmy e Didi Effe são os envolvidos neste trabalho.
  • E se aqui parou na primeira, o canal Sony está estreando nesta quarta-feira a 14ª temporada do ‘X Factor’.

C´est fini

Por último, peço licença para usar este espaço e agradecer a todos que rezaram ou de alguma maneira torceram pela chegada da Manuela. E também para as inúmeras mensagens enviadas. Corujice à parte, ela é maravilhosa. O time com Luca, Helena e Arthur está formado. Bem-vinda ao clube, Manu. Obrigado a todos de coração. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop