Para manter vivo o sonho da Libertadores, Atlético tem de ajudar o Coxa

Furacão encara a Ponte Preta, um dos times que "brigam" com o Coritiba contra o rebaixamento

14/11/17 às 19:12 Redação Bem Paraná
No primeiro turno, Furacão tropeçou na Macaca jogando em casa e acabou derrotado por 2 a 0 (foto: Geraldo Bubniak)

As chances de vaga na Libertadores são remotas - mais precisamente, de 1,1%, segundo o site Chance de Gol. Faltando quatro rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR está em 12º lugar com 45 pontos, cinco atrás do Flamengo, último time dentro do G7. E se quiser continuar sonhando, o time paranaense terá de ajudar seu arquirrival, o Coritiba.

É que nesta quarta-feira o Furacão entra em campo no Estádio Moisés Lucarelli para medir forçar com a Ponte Preta. 18ª colocada, com 36 pontos, a equipe campineira é uma das que ainda briga contra o rebaixamento. Na última rodada, empatou em 1 a 1 no Couto Pereira, contra o Coritiba, que é o 15º com 40 pontos.

Para o jogo contra a Macaca, o técnico Fabiano Soares terá novamente os desfalques de Nikão e Felipe Gedoz, que se recuperam de lesão. Já o jovem Matheus Anjos está recuperado e fica como opção - a tendência, porém, é que comece a partida no banco de reservas. No ataque, há possibilidade de mudanças, já que o treinador atleticano falou em dar uma "oxigenada" na equipe, o que pode significar as entradas de Lucas Fernandes e Douglas Coutinho no time titular, com Pablo e Sidcley indo para o banco.

PROBABILIDADE PODE CRESCER

Hoje as chances de classificação para a Libertadores em 2018 são remotas, dada a diferença de pontos do Atlético para os times que estão no G7. A chance da equipe conseguiu uma vaga na principal competição continental, porém, pode aumentar consideravelmente. Para isso, os torcedores atleticanos terão de torcer pelo sucesso de Grêmio e Flamengo na Libertadores e na Copa Sul-Americana, respectivamente. É que em caso de títulos das duas equipes nas competições internacionais, o hoje G7 pode virar G9. 

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA Aranha; Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Naldo, Elton, Danilo e Léo Artur; Lucca e Léo Gamalho. Técnico: Eduardo Baptista
ATLÉTICO-PR Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González, Guilherme e Sidcley; Pablo (Douglas Coutinho) e Ribamar. Técnico: Fabiano Soares 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), quarta-feira às 17 horas

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop