• 11/10/2016

    Eat&Fit no Ifood!

    Não é novidade pra ninguém que a Eat&Fit é a nossa queridinha!

    A gente já falou deles aqui, aqui e aqui!

    Há pouco mais de um ano no mercado de Curitiba, a Eat&Fit, é especializada em produzir e entregar dietas personalizadas. Até então, o cliente enviava o cardápio prescrito pelo médico ou nutricionista e a empresa entregava diariamente as refeições frescas e porcionadas. Agora a Eat&Fit também está no Ifood!

  • 11/10/2016

    Você conhece o Vanquish?

    Depois de um longo e tenebroso inverno, cá estamos nós. Sim, a gente não tem aqueeeeeela frequência que gostaria por aqui, mas a gente aparece, sim, SEMPRE! Hoje o #AfinaMenina vai falar sobre um tratamento inovador, o queridinho dos famosos, e que promete redução de até 40% de gordura, o Vanquish. Mas, que bicho é esse? Segundo a fisioterapeuta da Clínica Senz, Caroline Scoz, o Vanquish é o único aparelho de radiofrequência multipolar seletiva sem contato com a pele.  Ele faz a morte da célula de gordura e pode reduzir até 40% da gordura localizada de abdômen e flancos. “Hoje nós temos muitos tratamentos para redução de medida que são os mais procurados. O Vanquish, que é uma novidade e é um tratamento mundialmente conhecido, é a tendência do momento e promete um grande resultado para as pacientes”, explica Caroline.  O procedimento pode variar de 4 a 6 sessões para se chegar ao resultado ideal e tem sido um dos mais procurados nos últimos dias.

    vanquish3

    Para o médico da clínica Senz, Alfredo Geraldo Ayres Bittencourt, o tratamento estético também tem que estar atrelado à saúde. E com o Vanquish não há diferença, o paciente deve ter um controle alimentar e deve cuidar da performance, que é o ideal de equilíbrio para o corpo, para assim chegar ao resultado ideal. “Quando nós pensamos em procedimento estético, nós pensamos em deixar a pessoa mais saudável e mais bonita, até porque a beleza está intimamente ligada à saúde. Então, o ideal físico também esbarra na questão do excesso de peso e na disposição desta gordura. “Nosso objetivo é agregar valores, por isso aliamos os tratamentos clínicos aos tratamentos tecnológicos. Também precisamos usar a tecnologia em benefício”, finaliza. O Vanquish tem chamado atenção pela ausência de dor, além de poder diminuir 40% da gordurinha localizada, e pode também chegar a reduzir até 13 centímetros da área tratada. Que tal hein?! A gente foi dar uma pesquisada na internet, e achamos essa imagem aqui, no site da  Ale Garattoni.

    vanquish

    E você, quer sugerir um assunto legal ou um tratamento inovador? Escreva pra gente no [email protected]

  • 18/08/2016

    Receita - Pão integral.

    Oi povo! Meu pão integral fez taaaanto sucesso lá no Facebook do #AfinaMenina, que ele veio parar aqui! Sim, o pão integral fica meio durinho e pesadinho, não há nada de errado nisso. Os pães integrais disponíveis no mercado SEMPRE levam outras farinhas em sua composição, e isso os torna menos integrais. pão Então, lápis e papel na mão! • 1 kg de Farinha de trigo integral; • 600 a 620ml (2 ¹/² copos ) de água; • 30g (2 colheres de sopa) de fermento fresco ou 10g de fermento seco; • 20g (4 colheres de chá rasa) de sal refinado; • 30g (2 colher de sopa) de açúcar refinado; • 50g (2 colheres de sopa) de margarina culinária. MODO DE PREPARO: • Coloque a farinha de trigo integral em um recipiente, fazendo uma cavidade no centro e coloque o fermento, misture com um pouco de água para fazer uma massinha. • Cubra com a própria farinha e espere por cerca de 15 minutos. • Adicione o restante dos ingredientes, a água, sal, açúcar e margarina. • Amasse até obter uma massa lisa e enxuta. • Deixe descansar por 10 minutos. • Divida e modele conforme desejado e cubra com um plástico. • Espere dobrar de volume. • Asse em forno pré-aquecido em temperatura de 180 a 200°c por aproximadamente 30 minutos. • Rendimento: 2 a 3 pães. • Dicas do chef: - Podem ser adicionados na massa alguns grãos (quinoa, centeio, linhaça, aveia e gergelim). - Pode colocar mais água do que o indicado. A farinha integral sempre vai absorver mais líquido que a branca, por isso aumente um pouco o líquido da receita (a massa deve ficar macia, não seca e dura). - Quanto mais sovar a massa, melhor a textura. Muito pão fica denso por falta de desenvolver bem a massa. - Resista a tentação de usar bastante farinha na hora de sovar, quanto menos melhor. - Se quiser comer pão macio nunca guarde na geladeira, é a temperatura perfeita para acelerar o endurecimento do miolo. - Como em Curitiba o pão caseiro mofa em questão de 2-3 dias, a solução é fatiar e congelar. - As fatias individuais descongelam em questão de 5 minutos e o pão estará macio e fresco. E se você quiser sugerir alguma receitinha pra gente: [email protected]
  • 18/08/2016

    Hospital Vita promove encontro sobre Cirurgia Bariátrica.

    bari O Hospital VITA promove, no dia 20 de agosto, mesa redonda sobre procedimentos bariátricos. O assunto será debatido por médicos renomados na área de cirurgias da obesidade da capital. Dentre os especialistas convidados está o Dr. Giorgio Baretta, que além de ter sido o cirurgião escolhido para realizar meu procedimento, já deu o ar da graça aqui no blog. A programação integra ações do programa de controle de peso da população, além de divulgar a renovação da certificação de qualidade em cirurgia bariátrica conferida pelo SRC – Surgical Review Corporation, uma das mais importantes empresas ligadas a certificações de qualidade em cirurgia bariátrica do mundo. O encontro tem o objetivo promover interação social entre os pacientes, oferecendo troca de informações entre pacientes que já foram operados no VITA e alguns que serão operados em breve. Eu já mandei a minha fotinho do antes e do agora para ser mostrada lá durante o evento... Não é todo dia que a gente elimina 38kg em 8 meses, né? Além de mesa redonda com a participação dos especialistas, o seminário vai contar com palestra com profissionais de fisioterapia e nutrição. A participação no seminário é gratuita e destina-se a pessoas que já realizaram e que ainda vão passar por procedimentos bariátricos. O encontro é aberto a familiares, já que, além de uma equipe interdisciplinar, o procedimento bariátrico envolve todos que convivem com os pacientes. SERVIÇO I Encontro VITA de Cirurgia Bariátrica Quando: sábado, 13 de agosto, às 10h Onde: Quality Hotel – Al. Dom Pedro II, 740 – Batel Informações: 41 3883.8439, com Anne – [email protected] Entrada gratuita – Vagas limitadas
  • 18/08/2016

    Bem Max, uma experiência saborosa e saudável.

    bemmax2 A Prodiet me convidou a provar o Bem Max, suplemento hiperproteico que eles desenvolveram para auxiliar a nutrição de pessoas que passaram pela cirurgia bariátrica. A #AfinaMenina provou e aprovou. Confesso que não sou muito fã desses suplementos que a gente tem que misturar com água, porque o gosto nunca é bom. Mas o Bem Max me surpreendeu. Eu experimentei o sabor baunilha, que por enquanto é o único na linha da Prodiet. As instruções no rótulo recomendam que a gente utilize seis scups para 160ml de água. No primeiro dia eu fiz assim, mas achei bastante denso, então, nas outras vezes eu diminuí essa quantidade. Costumo consumir meia hora antes de ir para a academia (o suplemento ajuda na reconstrução muscular, fundamental para quem passou pela gastroplastia). Mas como eu enjoo fácil das coisas, já estava meio difícil de manter a regularidade, então, fuçando pelo insta, uma nutricionista disse que consumia com frutas. Desde então, consumo ele na salada de frutas, na misturinha de iogurte com aveia e até em alguns pratos doces, como salpicado sobre as panquequinhas de aveia e melado de cana-de-açúcar. Fica divino!

    bemax3

    O sabor de baunilha do Bem Max é bem acentuado e não é enjoativo. Entre os benefícios do Bem Max estão: ✔ Previne a queda de cabelo e o enfraquecimento das unhas. A alta concentração de zinco e proteínas contribui para preservar os cabelos e unhas sempre fortes, uma vez que a queda de cabelos é uma queixa frequente em pacientes pós operados. ✔ Contém vitaminas do complexo B, D, zinco e selênio. ✔ Possui vitaminas e minerais essenciais e por isso aumenta a imunidade. ✔ Sua fórmula, à base de Whey Protein, favorece o ganho de força e massa muscular complementando o consumo de proteínas, favorecendo o emagrecimento saudável. ✔ Aliado a uma dieta saudável, auxilia no controle de peso, combatendo a indisposição e o cansaço. Dá uma olhada em tudo o que ele oferece. Se você passou pela cirurgia bariátrica, esse suplemento é para você! Converse com o seu médico e nutricionista. bem max A Prodiet possui um aplicativo, disponível para plataformas Android e iOs. Nele você pode conhecer toda a linha de produtos e saber onde encontrá-los. O Bem Max custa, em média R$ 60,00. #EuRecomendo ;) Para obter mais informações sobre os produtos Prodiet, acesse o site https://prodiet.com.br/ ou entre em contato pelo telefone 0800 702 8845 / (41) 3342 2825. Caso você tenha dúvidas mais específicas, envie um e-mail para [email protected]  
  • 07/07/2016

    Verd & Co lança novo cardápio

     Quem disse que comida saudável é sinônimo de comida sem graça? No Verd & Co, restaurante curitibano de comida saudável e criativa, prova que ao contrário do que se prega, o estigma de alimentação sem graça está sendo desfeito. A casa, que tem pouco mais de seis meses de história, acaba de lançar seu novo cardápio, desenvolvido pelo chef Djalma Stoccheiro. A gente já falou do Verd & Co aqui e aqui.

    O novo cardápio do empreendimento reúne sabor e saúde em diversas opções de pratos, que vão desde saladas e sanduíches até a sobremesa, passando pelo prato principal. As principais novidades ficam por conta da combinação dos ingredientes. Um exemplo é o sanduíche de broa de centeio oferecido com recheio de pasta de ovo, mostarda dijon, rúcula e salsinha. 13632738_1149721655085057_1043531977_o As saladas, um dos carros-chefes da casa, ganham novas versões. A Nut Vegan Cesar salad, por exemplo, tem como proposta oferecer sabor em uma combinação de blend de folhas verdes, rabanete, cenoura, queijo sem lactose, amêndoas, nozes e avelãs caramelizadas regadas ao molho caseiro ranch. Presentes no cardápio desde o início do inverno, os caldinhos do Verd & Co se diferenciam pelo sabor único, oferecido pelos ingredientes exóticos utilizados no preparo, como a lima kaffir e o leite de coco tailandês. Os caldinhos podem ser consumidos no local ou levados para casa. 13616380_1149721668418389_129693344_o Os pratos como risotto de arroz integral arbóreo e limão siciliano com tiras de salmão assado e o ragu de cogumelos combinados à massa verde integral ao molho pesto demonstram a variação das iguarias e a criatividade do chef Djalma Stoccheiro em reunir ingredientes que conferem sabor a pratos que esbanjam saúde. As sobremesas agradam aos mais diferentes paladares. A fresh fruit, por exemplo, promove uma combinação de frutas tropicais na infusão de laranja com canela e hortelã fresca, e a vegan vanilla cream traz um creme com fava de baunilha com coco, coberto com uma calda de frutas amarelas. Para completar, os sucos prensados a frio, presentes no cardápio desde a abertura da casa, continuam sendo a sensação do Verd & Co. São sete opções exclusivas e extremamente saudáveis. As bebidas levam frutas frescas e não levam água, açúcar e conservantes. 13579848_1149721725085050_580433565_o O Verd & Co fica na Rua Coronel Dulcídio (nº 588), no bairro Batel, e funciona de segunda a sábado, das 9h30 às 22h. O restaurante conta ainda com um disk entrega exclusivo. Mais informações no site www.verdco.com.br ou na página oficial no Facebook.
  • 06/07/2016

    #AfinaMenina e a promoção da Eat&Fit

    Pessoal, vocês tem acompanhado que diariamente eu conto lá na Fan Page sobre a Eat&Fit, e eles já foram assunto do blog em outras ocasiões, aqui e aqui. Eu já contei também da minha saga por emagrecer, e que a coisa sempre desandava. Eram vários fatores associados: sedentarismo, alimentação errada e alguns aspectos de saúde que foram revelados em exames posteriores, até que eu cheguei na gastroplastia, que também já foi assunto aqui. Pois bem, a Eat&Fit foi a única que conseguiu me apresentar uma dieta de qualidade. E eu explico... Eles sabem fazer comida com sabor, com cara de comida boa, com aquele gostinho de comida feita em casa. A cada vez que a comida chega para mim, é uma surpresa deliciosa. 13616208_1149230595134163_554064528_o Eles estão com uma promoção MARA, em que você encomenda o almoço e o jantar por R$ 29,90 ao dia (para retirar no balcão da loja). Se você já segue uma dieta prescrita por um nutricionista, a Eat&Fit prepara tudo de acordo com a sua prescrição. Se você não tem, eles indicam os profissionais MARA que trabalham com eles. Alimentação é coisa séria, e a Eat&Fit foi a única que conseguiu atender às minhas necessidades depois da gastroplastia, com refeições saudáveis e saborosas e o melhor de tudo: com variedade. 13575488_1149230615134161_2051868498_o A apresentação dos pratos é perfeita. Você começa comendo com os olhos. Hoje eu vou mostrar para vocês um pouco do que tem sido a minha jornada com eles. Afirmo com convicção que vale cada centavo! A seguir, algumas imagens dos meus amados pratos. Mas antes disso, minha avaliação. Pontos positivos: A praticidade, receber as refeições embaladinhas e identificadas na porta do meu trabalho, todos os dias, por volta das 11h45. O capricho na apresentação e identificação dos pratos. Meu prato predileto: peixe grelhado, coxa e sobrecoxa assada, purê de batata doce, purê de mandioca, batata inglesa rústica, arroz sete grãos e a crepioca maravilhosa que eles enviaram para o lanche da tarde. Minha salada predileta: a que levava manga!
  • 24/06/2016

    Verd & Co lança caldinhos especiais para o inverno

    Não é fácil ser saudável no inverno, mas eis que surge uma luz no fim do túnel: os caldinhos especiais de inverno da Verd & Co, restaurante especializado em comida saudável e criativa.

    caldos

    Os caldinhos estão disponíveis em quatro sabores: Mignon e aspargos frescos, que combina caldo caseiro de legumes, molho pomodoro, pedacinhos de mignon, aspargos verdes frescos, castanha de caju e uma pitada de páprica; Feijão branco e massa integral, que traz um delicioso e consistente caldo de feijão branco, combinado com caldo caseiro de legumes, tomate, cenoura, abobrinha, batata doce e pedacinhos de massa integral caseira; Bifum e cogumelos, um delicioso macarrão sem glúten, caldo de legumes, cogumelos, brócolis, cebola e cenoura; e uma combinação de abóbora, curry, leite de coco e lima kaffir, composta por creme de abóbora cabotiá, curry, leite de coco tailandês, caldo de legumes, infusão de folhas de lima kaffir e uma pitada de páprica. Nós ainda não fomos lá provar, mas assim que a gente for, postamos aqui! :) Os caldinhos são servidos diariamente das, 17h30 às 22h, para serem consumidor no local ou levados para a casa. A porção de 400 ml custa de R$ 11 a R$ 14, dependendo do sabor escolhido. Os preparos são desenvolvidos com ingredientes frescos, fornecidos por alguns dos principais produtores do país, tudo para garantir a excelência dos caldos. A loja do Verd & Co fica na Rua Coronel Dulcídio (nº 588), no bairro Batel, e funciona de segunda a sábado, das 9h30 às 22h. Mais informações no site www.verdco.com.br ou na página oficial do restaurante no Facebook.   
  • 22/06/2016

    Tudo o que você queria saber sobre: Cirurgia bariátrica

    Pessoal, que a #AfinaMenina fez a gastroplastia há quase sete meses, isso vocês já sabem, mas o que vocês não sabem é que como muitas (MUITAS) pessoas, eu negava que necessitava do procedimento. Eu simplesmente não aceitava! Eu mentia que me aceitava, que era feliz assim. Eu achava que emagrecer seria na “raça”, mas não era bem assim. Nem sempre querer é poder. E no meu caso, como o de milhões de pessoas pelo mundo todo, também não é. O Brasil é o segundo país no mundo em cirurgias bariátricas. Tudo o que eu lia na internet me suscitava N dúvidas. Porque eram matérias jornalísticas que traziam, além da opinião do jornalista embutida tendenciosa e discretamente, pessoas que amavam e outras que se arrependeram profundamente de terem passado pelo procedimento. Cada um é cada um, e não dá pra gente se basear nas experiências dos outros, que nada mais são do que experiências, e só! Então, como meu post sobre a cirurgia rendeu zilhões de perguntas dos leitores, a gente reuniu as questões mais recorrentes e trouxe o Dr. Giorgio Baretta para falar sobre a cirurgia. SALAGIORGIO3 Dr. Giorgio Baretta - Cirurgião bariátrico O Dr. Giorgio é: Graduado em Medicina pela UFPR em 2001, possui residência médica em Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo pela UFPR, 2002-2005. É especialista em Endoscopia Digestiva pelo Centro de Videoendoscopia Sugisawa, 2006-2007. É mestre em Cirurgia pela UFPR, 2009. Ex-fellow em cirurgia minimamente invasiva pela Universidade de Bordeaux - M.S.P.B. Bagatelle, 2009. Possui Doutorado em Cirurgia pela UFPR, 2013. É chefe do serviço de cirurgia bariátrica do Hospital São Lucas em Campo Largo/PR. Cirurgião digestivo do Hospital Sugisawa, INC e Santa Cruz. Cirurgião digestivo e endoscopista do Hospital Vita Batel. Professor de pós-graduação em Cirurgia do Instituto Jacques Perissat e Diretor técnico médico da Clínica Bariátrica Giorgio Baretta. Esperamos que o que você leia aqui ajude a esclarecer as suas dúvidas e tomar a decisão mais acertada, se realmente a cirurgia for o seu caso. Com a palavra, o doutor! 1.       O que é a cirurgia bariátrica? É um procedimento cirúrgico realizado desde os anos 50 e que vem evoluindo desde então. Visa tratar a obesidade mórbida e melhorar ou até mesmo curar as doenças associadas a este grande mal, que é a obesidade. Quando todos os tratamentos clínicos falham, aí a cirurgia tem seu lugar. 2.       Quais as técnicas existentes? Existem três tipos de técnicas: 1. Restritivas: Somente reduzem a ingesta alimentar do paciente por reduzir o tamanho do estômago. São exemplos o Sleeve gástrico (mais comum desta categoria), banda gástrica ajustável e o balão intragástrico. Cirurgia de Sleeve Cirurgia de Sleeve 2. Mistas: São as que reduzem o estômago e também desviam uma pequena porção do intestino delgado. É o exemplo a cirurgia de Fobi-Capella, também chamada de Bypass gástrico. Bypass gástrico Bypass gástrico 3. Disabsortivas: Reduzem menos o estômago, porém desviam muito o intestino delgado. São exemplos o Duodenal switch e a Cirurgia de Scopinaro. 3.       Como é escolhida a técnica para cada paciente? A técnica deve ser escolhida de acordo com o paciente, com seu perfil alimentar, sexo, idade, IMC (índice de massa corporal) e com a experiência do cirurgião e da equipe, é claro. 4.       Qual a técnica mais utilizada? Nos Estados Unidos, mais de 50% dos casos operados fazem parte do Sleeve gástrico, também chamado de gastrectomia em manga. No Brasil, segundo país do mundo em numero de cirurgias bariátricas, a técnica mais realizada é o Bypass gástrico, também conhecido como cirurgia de Capella. 5.       Para quem a cirurgia é indicada? A indicação da cirurgia bariátrica segue algumas regras, como a do IMC do paciente. Indica-se nos seguintes casos: 1. IMC entre 35 e 39,9, desde que o paciente tenha alguma das 21 doenças relacionadas na portaria 2131/2015 do CFM, sendo as mais comuns a hipertensão arterial, diabetes melito, apneia do sono, colesterol e/ou triglicerídeos elevados e problemas articulares chamados de artropatias. 2. IMC acima de 40, independente ou não da presença das doenças acima citadas.

    estomago

    6.       Qual o custo de uma cirurgia bariátrica em média? Tudo depende se a cirurgia será feita da forma convencional (com o corte no abdômen), ou mais frequentemente pelos furinhos (laparoscopia). Depende também em qual hospital o paciente será operado. Os custos giram entre R$ 15 mil e R$ 25 mil, com tudo incluso. 7.       Por que algumas pessoas não conseguem emagrecer? A cirurgia é uma arma poderosa, que deve ser usada com cautela e a favor do paciente. O percentual de perda de peso depende de qual técnica cirúrgica foi utilizada, da alimentação adequada do paciente, se este está ou não fazendo atividade física de forma regular, consumo de bebidas alcoólicas e alimentos ricos em carboidratos como doces e refrigerantes e, é claro, do metabolismo de cada um. Não perder o acompanhamento com a equipe após a cirurgia também faz os resultados ficarem melhores. Pacientes operados por um bom cirurgião e que mudam seus hábitos para melhor, com certeza terão boa perda de peso. 8.       Quem não pode fazer a cirurgia? Pacientes psiquiátricos, alcoólatras, dependentes químicos e outros que apresentem alguma contraindicação por algum profissional da equipe multidisciplinar.  9.       Depois de indicada a cirurgia, qual é o passo a passo que o candidato à operação deve seguir? O paciente deve fazer uma série de exames antes da cirurgia, bem como acompanhamento com a equipe multidisciplinar: nutricionista com reeducação alimentar, psicólogo ou psiquiatra, cardiologista, pneumologista, fisioterapeuta, endocrinologista e, eventualmente, angiologista e ortopedista. Tudo isto para dar tranquilidade e segurança na cirurgia e no pós-operatório precoce, evitando complicações como fístulas e embolia pulmonar. 10.   Qual a expectativa da perda de peso em relação ao peso inicial? No Sleeve, entre 25 e 30% do peso inicial do paciente. No Bypass gástrico, cerca de 35 a 40% do peso inicial. Estas são as duas técnicas mais utilizadas hoje em dia. 11.   Existe algum risco no procedimento? Se sim, quais os mais comuns e os menos comuns? Riscos existem em todas as cirurgias, a grande maioria previsível com a boa escolha do cirurgião e da equipe multidisciplinar. As principais complicações são a fístula, que é quando um grampo arrebenta; trombose venosa e embolia pulmonar, que é a mais grave de todas; infecções, hérnias, estenose (fechamento da saída do estômago), pedra na vesícula e nos rins e, eventualmente, o óbito. A incidência é de menos de 1% dos casos. A dica é fazer um pré-operatório adequado, com bons profissionais, parar de fumar, seguir todas as orientações da equipe e investir na saúde. 12.   Como é o processo de recuperação? Em cirurgias por laparoscopia, em 15 dias o paciente já está apto a trabalhar, dirigir, ter relações sexuais e pegar pesos leves. Atividades físicas, como academia, são liberadas após 30 dias de cirurgia. 13.   Por quanto tempo após a cirurgia o paciente deve fazer o acompanhamento? Para sempre! Com o cirurgião nos primeiros meses, e com a equipe pela vida toda, para cuidados com as vitaminas, dieta, parte psicológica e, claro, para evitar o reganho de peso. 14.   É necessário fazer suplementação de vitaminas? Por quanto tempo? Sim, para sempre. Técnicas que desviam o intestino necessitam de mais duradoura reposição, quando comparadas àquelas que só reduzem o estômago. Mulheres também apresentam mais necessidades de reposição quando comparadas aos homens.

    suplementos 15.   Quanto tempo depois da cirurgia a mulher pode engravidar? Após 18 a 24 meses, desde que não tenha anemia e falta de nutrientes e esteja com peso adequado.

    16.   Além do emagrecimento, quais outros benefícios e/ou melhora/cura as pessoas podem experimentar? Melhora da autoestima e da qualidade de vida em mais de 95% dos pacientes operados, melhora e até mesmo cura da pressão alta, do diabetes, do colesterol e triglicerídeos elevados, da apneia do sono, das dores articulares, redução do risco de câncer em vários órgãos e aumento da expectativa de vida do paciente. 17.   Por que algumas pessoas voltam a engordar? Pela falta de cuidados alimentares, pelo abuso do álcool, pelo sedentarismo, pela ingestão abusiva de carboidratos e pela perda de acompanhamento com a equipe multidisciplinar. 18.   E para quem volta a engordar, qual o procedimento? Existe como “reoperar”? As reoperações podem ser feitas, porém o risco é alto e devem ser feitas nos casos de alguma anomalia anatômica. Hoje em dia, os procedimentos feitos por endoscopia estão sendo realizados com poucos riscos, sem a necessidade de internação do paciente e com bons resultados, sendo o Brasil um dos países com maior experiência neste assunto. 19.   Quais as chances de reganho de peso? Em quanto tempo isso é observado? Cerca de 10 a 20% dos pacientes reganham peso após 18 a 24 meses de cirurgia. O normal e esperado é ganhar novamente menos de 20% dos quilos perdidos, não mais do que isso. 20.   Alguns pacientes operados relatam queda de cabelo intensa e unhas quebradiças, entre outros sintomas. Porque eles ocorrem? Pela rápida perda de peso e pela deficiência de algumas vitaminas e minerais que devem sempre ser repostos ao paciente. 21.   Como escolher um cirurgião? Em primeiro lugar, a empatia é importante, bem como a indicação deste cirurgião por alguns pacientes. Na consulta, o cirurgião deve explicar tudo ao paciente, ter uma boa equipe multidisciplinar e indicar o procedimento cirúrgico de acordo com cada paciente e não como uma receita de bolo. Deve sempre checar o currículo deste cirurgião, ver se ele é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (pode ver no site www.sbcbm.org.br) e também ver se ele tem bom volume de cirurgias e com pouquíssimas complicações. Dica do Doutor: Um bom cirurgião conhece todas as técnicas e sabe operar todas elas, além de indicá-las de acordo com cada paciente e não sempre a mesma, tem empatia, é disponível por email, telefone e mensagens, explica tudo direito e está sempre ao lado do paciente, além de saber diagnosticar e tratar qualquer complicação, caso ocorram. E então? Suas dúvidas foram esclarecidas? Esperamos que sim! Caso você queira esclarecer outras questões, contate o Dr. Giorgio pelo site da Clínica dele ou pela sua página no Facebook.
  • 16/06/2016

    Tem promoção na Eat&Fit! Eba!!!

    Pessoal, eu já contei aqui a minha experiência MA-RA-VI-LHO-SA com a Eat&Fit! A novidade agora é que eles estão com uma megapromoção! Você monta a sua dieta com um precinho pra lá de especial e tem à sua disposição os pratos mais deliciosos de TODO o universo! dieta A promo é por tempo limitado, então, corre lá na Fan Page e no Site deles para ter mais informações. Ou então, não perca tempo e envie um e-mail com as suas dúvidas e necessidades para [email protected] O pessoal responde rapidinho! Mas você também pode ligar, e explicar tudinho pelo telefone (41) 3015-0803. Eu já pedi a minha e na semana que vem, dia a dia, eu vou contar para vocês a composição e o sabor dos pratos. Se eu tô ansiosa? Claro! Ainda mais quando o assunto é comida!

DESTAQUES DOS EDITORES