Do Brasil para o mundo, Victoria Dias Mota!

Imagine o orgulho de Juliana Dias e Alex Mota, que vivenciaram o turfe desde muito jovens em ver sua filha representando não só o Brasil, mas todo o Continente Americano no Campeonato Mundial de Joquetas.

Pois bem, este também é o orgulho dos turfistas que aprenderam a admirar Victoria Mota não só pela beleza e carisma, mas também pelo talento e dedicação dentro das pistas.

Estreando com apenas 17 anos, Victoria foi para o disco de chegada logo em sua primeira atuação na Gávea, montando Afetuoso, que era treinado por seu avô Odir Jorge Menezes Dias. De lá para cá foram 165 vitórias e uma conquista pessoal: montar fora do Brasil.

Surgiu a oportunidade de disputar o mundial do ano passado, mas as agendas não bateram, sendo que agora Victoria poderá mostrar para o mundo o talento que a fez em apenas um ano passar de aprendiz a profissional, um recorde para as joquetas no Brasil.

Victoria disputará o Longines World Cup Fegentri Championship contra nove profissionais da Europa: Georgia Cox (Inglaterra), Nicola Currie (Escócia), Danielle Johnson (Nova Zelândia), Stefanie Koyuncu (Alemanha), Josefin Landgren (Suécia), Mickaëlle Michel (França), Ina Veronika Toverud (Noruega), Sara Vermeersch (Bélgica) e Maryline Eon (França), campeã da edição do ano passado.

O torneio consiste em cinco páreos e a pontuação acumula, tendo a somatória no final para decidir quem será a nova joqueta “campeã do mundo”.

Realizado no Hipódromo de Bro Park em Estocolmo, Suécia, a competição promete trazer ainda mais notoriedade para as participantes e quem sabe uma oportunidade no exterior para a brasileira.

Estaremos todos na torcida!

*Fotos: Facebook divulgação joqueta V.Mota.