Gastronomia em Curitiba

Pizzaria Marghê inaugura salão charmoso

Forno com pastilhas coloridas
Forno com pastilhas coloridas (Foto: Club Imagem)

A Marghê Pizzeria inaugurou seu salão para receber clientes em setembro. Tipicamente italianas, as pizzas têm massa de fermentação lenta, que leva 48h para ficar pronta, o que garante um sabor digno de agradar os públicos mais exigentes. “O curitibano está entre os cinco maiores consumidores de pizza do Brasil, além de ser um dos mais criteriosos”, conta o proprietário da Marghê, Thomas Luis de Paula. Em consumo proporcional à população Curitiba só fica atrás de São Paulo.

O empresário passou um tempo na Itália estudando o mercado e trouxe alguns conceitos das pizzas de lá. “Usamos os melhores produtos, primando pela excelência, tanto na farinha, como nos tomates, até a massa, que é de fermentação lenta”, acrescenta. Ao todo, o cardápio apresenta 30 opções de pizzas, além de burratas e magliones como entradas. “Tudo muito fresco, não temos nada congelado”, afirma. Tudo para que o cliente tenha a melhor experiência possível.

Quando o plano de negócios da Marghê já estava pronto, em março de 2020, veio a pandemia. Mas, a decisão foi seguir em frente. “A obra demorou mais que o previsto, sete meses ao invés de três, com as medidas de isolamento social e restrição de circulação. Mas, com boa gestão foi possível manter o negócio”, explica Thomas. Com delivery nos primeiros meses, a Marghê se manteve, até a abertura do salão, agora em setembro.

A opção foi pela cautela, por esperar até que Curitiba tivesse um cenário mais confortável de vacinação, sem medidas restritivas tão pesadas, para inaugurar o espaço. O salão tem mesas com espaçamento de 1,5m, uma exigência da administração municipal, e capacidade para 56 clientes, sendo 36 na área interna e 20 no deck externo. “Aqui nós respeitamos todas as medidas sanitárias, prezando muito pela saúde dos clientes e colaboradores da Marghê”, explica o proprietário.

Decoração

A decoração da Marghê é uma atração a parte. As cores estão por toda parte, desde o laranja que se destaca na parte externa, até o forno com pastilhas coloridas que rouba os olhares de quem entra.  “A pizza é uma forma de arte, então trouxemos esse conceito, que aparece na nossa decoração e também é muito marcante nas nossas pizzas”, afirma o empresário.

A adega tem prateleiras de acrílico que mudam de cor, os banheiros têm uma decoração descontraído, que lembra cartas de baralho. Azulejos, lustres, lenha, os sofás, todo o mobiliário é conceitual e moderno. Obra da arquiteta Emily Trapp, responsável por dar à Marghê a cara que ela tem. A de uma pizzaria que veio para fazer a diferença. E não apenas ser mais uma em um mercado tão exigente como o curitibano. 

Serviço:

Marghê Pizzeria

Endereço: Rua Camões, 354 – Alto da XV

Horário de funcionamento: Terça a Domingo, das 18h às 23h

Contato: (41) 3501-9705