Primeiro macarrão instantâneo no copo completa 50 anos em setembro

 Momofuku Ando analisando Cup Noodles
Momofuku Ando analisando Cup Noodles (Foto: divulgação)

 Setembro de 2021 - Quem pensa que a cultura japonesa vive apenas de invenções tecnológicas está muito enganado. Um dos alimentos de maior sucesso no mundo, o macarrão instantâneo no copo, ou Cup Noodles®foi criado pelo japonês Sr. Momofuku Ando em 1971. No próximo dia 18 de setembro, o produto celebra 50 anos de existência.  

O Sr. Momofuku Ando, também fundador da NISSIN FOODS, teve a ideia do macarrão instantâneo no copo durante uma viagem, em 1966, aos Estados Unidos. Na ocasião, o Sr. Ando visitou alguns compradores de um supermercado local e observou pessoas preparando macarrão de frango Ramen em um copo de papel com água fervendo. A cena foi o bastante para ele entender a importância de prestar atenção nas necessidades dos consumidores e criar alimentos que fossem versáteis e práticos no preparo. 

Cinco anos depois nasceu o Cup Noodles® como conhecemos hoje. Durante esse período de desenvolvimento do produto, o principal desafio foi encontrar a embalagem certa para o consumo certo do alimento. No Brasil, o macarrão instantâneo no copo chegou em 1992 e logo conquistou o paladar do público jovem.

A popularização do alimento no Japão é tamanha que, em 2010, o país ganhou o Museu do Cup Noodles®, localizado na província de Kanagawa. Nele, além de conhecer toda a história sobre o produto, os visitantes podem experimentar diferentes versões do alimento de todas as partes do mundo. Já as crianças podem fazer seu próprio macarrão instantâneo em uma mini fábrica interativa e lúdica. Por ano, o museu recebe milhares de visitantes. 

Novo sabor de feijoada

Ao longo de todos esses anos, o Cup Noodles® ganhou sabores inusitados que acompanham as culturas gastronômicas regionais. Segundo a gerente de Marketing da NISSIN FOODS DO BRASIL, Ana Fossati, em território brasileiro estão disponíveis hoje 12 sabores. “O de feijoada, por exemplo, acaba de ser lançado especialmente para os consumidores brasileiros”, explica.