Noticiário policial produzido pela equipe do Portal Bem Paraná

Roubo de carga

Polícia recupera em Curitiba carga de combustível em menos de seis horas após o roubo

(Foto: Polícia Civil-PR)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) recuperou uma carga roubada de 46 mil litros de combustível, avaliada em R$ 135 mil, em um posto do bairro Pilarzinho, na capital. O gerente do posto foi preso em flagrante.

A empresa responsável pela carga comunicou o roubo à PCPR, que iniciou as investigações. Segundo o motorista, o caminhão foi carregado em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, com destino à Arapongas, no Norte do Paraná.

Ele foi feito refém por aproximadamente três horas. Após os suspeitos despejarem o combustível no tanque do posto, o caminhão foi abandonado, juntamente com o motorista, na Rodovia do Café.

No posto, os policiais civis também encontraram lacres numerados, que constavam na nota fiscal.

A PCPR trabalha para localizar o dono do estabelecimento, que não estava no local. O gerente irá responder por roubo e receptação qualificada.

Nesta sexta-feira (23), o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis e Lojas de Conveniências do Estado do Paraná (Paranapetro) emitiu nota parabenizando a ação policial que localizou rapidamente uma carga roubada de combustível e prendeu os suspeitos em Curitiba. Na nota, a entidade também solicita às autoridades a intensificação de ações preventivas. "Com a proximidade da refinaria Getúlio Vargas, em Araucária, o mercado de combustíveis sofre com frequência o ataque de quadrilhas especializadas", diz a nota.

"O furto de cargas é uma ocorrência grave, que também gera outros desdobramentos como evasão fiscal, adulterações e fraudes. Prejudica, assim, não só o proprietário da carga, mas o consumidor, a arrecadação estadual e todo o segmento empresarial dos combustíveis", conclui a nota da Paranapetro.