• Falecimento

    Ex-vereador de Curitiba, Elizeu Furquim morre aos 81 anos

    Ex-vereador de Curitiba, Elizeu Furquim morre aos 81 anos
    Elizeu Furquim: dois mandatos como vereador (Foto: CMC/arquivo)

    O ex-vereador de Curitiba Elizeu Furquim morreu hoje, aos 81 anos, vítima de parada cardíaca em decorrência de um câncer. A informação é da Câmara Municipal. Furquim exerceu dois mandatos (1991-1992 e 1995-1996), assumindo o cargo como suplente nas duas vezes. Trabalhou também para garantir direitos à categoria dos militares estaduais no município, como a gratuidade nos ônibus para policiais e bombeiros militares fardados.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Serviço público

    Câmara de Curitiba homologa resultado de concurso e vai chamar 36 aprovados

    Câmara de Curitiba homologa resultado de concurso e vai chamar 36 aprovados
    Câmara: mais de 15 mil candidatos fizeram as provas (Foto: CMC/arquivo)

    A Câmara Municipal de Curitiba homogou hoje o resultado do concurso público realizado pela Casa para a contratação de 36 novos servidores para os cargos de analista legislativo, procurador jurídico, redator e técnico administrativo. A única vaga para contador, no entanto, ainda não teve resultado oficial. O edital com a relação e a classificação dos candidatos pode ser conferido aqui.

    Mais de 15 mil candidatos fizeram as provas. Foram selecionados 24 técnicos administrativos, que terão entre as atribuições elaborar ofícios, organizar arquivos e exercer controle dos atos administrativos. Para tomar posse, eles precisarão comprovar a conclusão do ensino médio, terão jornada de 40 horas semanais e receberão R$ 2.259,27 como remuneração inicial. A maior nota foi de 187,5, considerando o máximo de 200.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • À distância

    TRE faz primeira sessão por videoconferência na segunda-feira

    O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR) faz na segunda-feira (30), a primeira sessão da Corte por videoconferência. A sessão virtual começa às 14 horas e será transmitida ao vivo pelo canal no YouTube tribunal, permitindo acesso ao conteúdo do público interno e externo e, ao mesmo tempo, evitando qualquer tipo de aglomeração de pessoas por conta do coronavírus.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Reforço

    Assembleia vota na segunda-feira repasse de R$ 37,7 milhões para combate ao coronavírus

    Assembleia vota na segunda-feira repasse de R$ 37,7 milhões para combate ao coronavírus
    Assembleia: recursos seriam utilizados, inicialmente, em obras de modernização da Casa (Foto: Dálie Felberg/Alep)

    Os deputados estaduais votam na próxima segunda-feira (30) o projeto que autoriza o repasse de R$ 37,7 milhões do Fundo de Modernização da Assembleia Legislativa para ações de combate ao avanço do coronavírus. Os recursos serão repassados diretamente ao Fundo de Estado da Saúde.

    Os valores seriam utilizados, inicialmente, em obras de modernização da Casa, mas diante da epidemia de coronavírus no Estado, a Comissão Executiva da Assembleia decidiu repassar o valor total constante no Fundo para ajudar o Estado nesse momento de crise causado pelo aumento dos casos da doença.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Pela internet

    Câmara de Curitiba faz sessão 'online' para votar licença-prêmio de servidores

    Câmara de Curitiba faz sessão 'online' para votar licença-prêmio de servidores
    Câmara: vereadores votarão por computadores e celulares (Foto: Carlos Costa/CMC)

    A Câmara Municipal de Curitiba faz na segunda (30) e terça-feira (31) suas primeiras sessões virturais para votar projeto da prefeitura que reconhece dívidas de licenças-prêmio não usufruídas por servidores aposentados, com preferência aos portadores de doenças graves. A Casa já havia decidido suspender as sessões presenciais por conta da pandemia do coronavírus. 

    O sistema de deliberação remota (SDR) é o mesmo já utilizado pelo Senado e pela Assembleia Legislativa. As votações "online" foram regulamentadas pela Mesa Diretora da Casa, ontem. O documento determina a convocação das sessões com antecedência mínima de 24 horas, mediante comunicação eletrônica aos gabinetes e publicação da ordem do dia no site da Câmara. Hoje, vereadores e servidores participaram de treinamento para a votação remota. As sessões serão conduzidas por Sabino Picolo a partir do Palácio Rio Branco, sede do Legislativo. O sistema será acessado pelos parlamentares, a partir de computador ou smartphone, pelo Zoom, software de votações online.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Polêmica

    Funcionário da Assembleia Legislativa convoca carreata contra quarentena

    Funcionário da Assembleia Legislativa convoca carreata contra quarentena
    (Foto: Reprodução)

    O funcionário da Assembleia Legislativa do Paraná, Eder Fabiano Borges Adão, junto com o grupo Acampamento Lava Jato, está convocando os curitibanos para uma carreata nesta sexta (27), às 13 horas, no Bigorrilho, contra a 'quarentena' como medida para evitar o avanço rápido da pandemia de coronavírus. A quarentena, com aulas suspensas e comércio quase todo fechado, exceto os considerados essenciais, foi instalada no Paraná pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e em Curitiba, pelo prefeito Rafael Greca. Os dois, assim como a maioria dos governadores e prefeitos do País, são contra a proposta do presidente Jair Bolsonaro de abrir o comércio e liberar as aulas em um isolamento vertical. Adão é funcionário do gabinete do deputado estadual Coronel Lee (PSL).

    Na Assembleia, a participação tão ativa de um funcionário do Casa em um protesto contra um decreto do governo repercutiu. "Eu acho que o funcionário deveria ser repreendido pelo deputado e caso ele venha ser preso pelo artigo 268 do código penal ele deve ser demitido. A Assembleia não deve deixar que os funcionários mesmo comissionados incentivem infrações como essa", disse o deputado estadual Maurício Requião (PMDB). O artigo 268 diz que infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa é crime, com pena de detenção, de um mês a um ano, e multa. "É um protesto inoportuno. Pandemia não se combate com achismo, mas com ciência. O pronunciamento do presidente foi infeliz e causa esse tipo de reação. Claro que os empresários, empreendedores e comerciantes estão desesperados, porque aguardam medidas dos governos, como isenções tributárias, mas eu acho que a gente deveria se unir e encontrar outras alternativas, como garantia de renda e sobrevivência".

    O deputado estadual Goura (PDT) classificou como uma irresponsabilidade. "A  situação sobre a pandemia está muito grave. Um protesto como esse é uma irresponsabilidade muito grande. A gente precisa dar um exemplo, tanto os deputados como os assessores, além de estar cometendo um crime. Mas quando a gente vê que o próprio presidente está fazendo isso, contrariando a Organização Mundial de Saúde (OMS), fica difícil. Neste mês de abril, o distanciamento social será decisivo para segurar o avanço da pandemia. Nós, poder público, temos sim que ajudar os vulneráveis e empreendedores, mas é preciso responsabilidade", afirmou o deputado.

    Em entrevista ao Bem Paraná, Adão disse que não está infringindo a lei: "Estamos apenas fazendo um pedido. É uma carreata para evitar excessivo contato entre as pessoas, justamente atendendo às recomendações". "Será uma manifestação respeitosa para com o governador e para com o prefeito. Apresentaremos nosso argumento. E faço isso atendendo à demanda de diversos setores da sociedade, como empreendedores, comerciantes e quem está perdendo o emprego", garante o servidor. Questionado se é filiado a algum partido, ele respondeu: "Milito pelo Aliança".

    Em nota, a asssessoria da Assembleia informou é o protesto é uma posição isolada do servidor. "A Assembleia continua cumprindo todas as orientações da OMS e do governo do Estado contra a pandemia, inclusive a criação de um sistema on-line de votação, medidas internas para evitar a contaminação pelo novo coronavírus e ainda o repasse de R$ 37 milhões da Assembleia, recursos que seriam usados na modernização da Casa, para o governo do estado reforçar as ações de saúde", diz a nota.

  • Coronavírus

    TRE-PR suspende nova eleição para prefeito de Pontal do Paraná

    TRE-PR suspende nova eleição para prefeito de Pontal do Paraná
    Prefeitura de Pontal do Paraná: nova eleição estava marcada para 10 de maio (Foto: divulgação)

    O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR), desembargador Tito Campos de Paula, determinou a suspensão da eleição suplementar em Pontal do Paraná (Litoral) que estava prevista para ocorrer no dia 10 de maio. A determinação vale até ocorrer nova decisão do TRE, o que só deve ocorrer depois do fim das medidas excepcionais determinadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estabeleceu regime de plantão na Justiça Eleitoral até 30 de abril, em razão da pandemia do coronavírus.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Covid-19

    Ratinho Jr mantém estratégia de isolamento e anuncia 300 UTIs

    Ratinho Jr mantém estratégia de isolamento e anuncia 300 UTIs
    (Foto: Reprodução Facebook)

    O governador Ratinho Junior reafirmou a estratégia de manter o isolamento social, ao contrário do que defendeu o presidente Jair Bolsonaro em seu último pronunciamento da noite de terça-feira, 24. Questionado sobre o posicionamento de Bolsonaro, Ratinho afirmou que não discute ideologia neste  momento, mas sim metodologia, discuto o que está dando certo, o que diz a comunidade cientifica para o combate da Covid 19. "Discuto a metodologia o que o mundo está fazendo que está dando certo, na Alemanha, na Europa neste momento", disse Ratinho nesta manha de quinta-feira, 26, durante uma entrevista concedida à imprensa nesta manhã em uma tenda montada na parte externo da sede do Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba. Ele ressaltou que, embora as decisões devam ser tomadas dia a dia, com base nos dados sobre a Covid-19. 

    "Teremos um reforço de mais 300 leitos de UTI em todo o estado, dentro desta estrutura regional e descentralizada do Estado", disse Ratinho Junior. Essa quantia irá se somar aos 3.600 leitos de UTI, distribuidos no Estado, entres ao Sistema Único de Saúde (SUS) e privadto uios. Sobre a infraestrutura hospitalar do estado, Ratinho Junior afirmou que desde que assumiu o governo, o secretário de Saúde, Beto Preto, presente a coletiva, iniciou um processo de descentralização do sistema em todo o estado, buscando, com isso ampliar, a rede de atendimento. Dentro desta política foram buscada parcerias com hospitais filantrópicos, com Santas Casas, para ampliar esse atendimento e evitando o deslocamento de quem precisa de atendimento. 

    O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, presente também a entrevista, afirmou que a infraestrutura hospitalar do estado está preparada para o enfrentamento dentro deste novo contexto. "O uso das praças de futebol poderão ser usadas, mas em uma terceira etapa", diz.  No momento, de acordo com o secretário, dentro do planejamento do Estado para o enfrentamento da doença, o Paraná estaria em um primeiro passo. 

    Para tentar agilizar o diagnóstico da Covid-19, o secretário falou de um aplicativo lançado para que as pessoas, quando apresentarem qualquer sintoma possam entrar em contato com as autoridades sanitárias do Paraná.

    Isolamento Social

    Sobre o isolamento social, Beto Preto, afirmou uma previsão de 10 mil casos no Paraná. "Com o isolamento social iremos tentar controlar o pico de casos no Paraná", disse. "Por isso é muito importante que se mantenha esse isolamento social", disse. Ele ressaltou ainda que não serão apenas 15 dias, mas o necessário para controlar o pico de casos no Paraná.

    Questionado sobre o tempo de duração do isolamento social, o governador ressaltou que embora algumas pessoas estejam se referindo a ele com quarentena, no estado não vive isso. "O que estamos vivendo, por oirientações científicas, é um período de isolamento social", disse. Sobre o fechamento de estabelecimentos comerciais, Ratinho Junior  explicou que a medida foi adotada naqueles setores em que havia maior risco devido a grande aglomeração de pessoas. Ele declarou ainda que o governo está monitorando os segmentos que são essenciais para manter o funcionamento da economia do Estado. 

    Ratinho declarou ainda que o governo criou um fórum com os prefeitos do Estado para tentarem alinhar as medida necessárias ao isolamento social. 

  • Polêmica

    Prefeito de Guarapuava critica politização da crise do coronavírus

    Prefeito de Guarapuava critica politização da crise do coronavírus
    Silvestri Filho (Pode): "Estamos diante de um fato de impacto global sem precedentes" (Foto: Sandro Nascimento/Alep )

    O prefeito de Guarapuava, César Silvestri Filho (Pode), criticou ontem a politização da crise do coronavírus. Segundo ele, o combate à pandemia “não é um enfrentamento ideológico entre esquerda e direita”, e politizar a questão seria “reduzir a importância desse momento a uma mediocridade e insignificância absurdas”.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Isolamento

    Chefe da Casa Civil de Ratinho Jr reforça pedido para que pessoas fiquem em casa

    Chefe da Casa Civil de Ratinho Jr reforça pedido para que pessoas fiquem em casa
    Guto Silva (PSD): "estratégia continua a mesma" (Foto: Dálie Felberg/Alep)

    Contrariando a posição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o chefe da Casa Civil do governo Ratinho Jr, Guto Silva (PSD), afirmou hoje, durante a sessão da Assembleia Legislativa, que o Estado vai manter a política de isolamento social para combate ao coronavírus, e reforçou o pedido para que a população fique em casa. “Vislumbramos um longo período de incertezas, mas estamos atentos e seguindo as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, declarou ressaltando que a estratégia é a mesma. A declaração foi dada em resposta ao questionamento dos deputados sobre o pronunciamento de Bolsonaro na noite de ontem, quando o presidente defendeu o fim do isolamento social para os que não estão nos grupos de risco e a volta às aulas. 

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Reforço

    TCE vai repassar R$ 15 milhões ao governo para combate ao coronavírus

    TCE vai repassar R$ 15 milhões ao governo para combate ao coronavírus
    TCE: recursos são provenientes do Fundo Especial do Controle Externo, que é composto pelas multas aplicadas a agentes públicos em processos julgados pela Corte. (Foto: Wagner Araújo/Divulgação)

    O Tribunal de Contas do Estado (TCE/PR) anunciou que vai repassar R$ 15 milhões de seu orçamento ao governo estadual para financiar ações de combate à crise do coronavírus. Os detalhes do repasse foram definidos hoje em reunião entre o presidente do TCE, Nestor Baptista, o governador Ratinho Júnior (PSD) e o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Repercussão

    Entre políticos paranaenses, até aliados criticam pronunciamento de Bolsonaro

    Entre políticos paranaenses, até aliados criticam pronunciamento de Bolsonaro
    Paulo Martins (PSC): "É como vender remédio em frasco de Qboa" (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

    Políticos paranaenses criticaram hoje o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em rede de rádio e TV, ontem, em que ele voltou a a minimizar a gravidade da pandemia do coronavírus, comparando a doença a uma "gripezinha" ou "resfriadinho", criticou governadores pelas medidas de fechamento do comércio e confinamento e defendeu a volta às aulas. Mesmo lideranças alinhadas até então a Bolsonaro condenaram a postura do presidente.

    “É lamentável a atitude do presidente da República, Se coloca diante da população praticamente fazendo com que todas as notícias que já foram publicadas pelo ministro da Saúde. Faz com que se coloque em pânico a própria sociedade brasileira. Acho que é de uma irresponsabilidade muito grande”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), que até então, mantinha uma postura de apoio ao governo Bolsonaro e ao presidente. 

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Legislativo

    Assembleia vai repassar R$ 37 milhões de fundo próprio para combate ao coronavírus

    Assembleia vai repassar R$ 37 milhões de fundo próprio para combate ao coronavírus
    Traiano: proposta será votada na semana que vem (Foto: Dálie Felberg/Alep)

    A Assembleia Legislativa vai repassar R$ 37 milhões do Fundo Especial de Modernização da Casa (Femalep) ao fundo de saúde do governo do Estado para custear medidas de combate à pandemia do coronavírus. Criado originalmente em 2013, o fundo foi extinto quatro anos depois e teve sua recriação aprovada pelos deputados em junho de 2019. Em dezembro, os deputados regulamentaram o fundo, estipulando que os recursos do Orçamento do Legislativo que não fossem gastos até o final do ano seriam destinados reformas, compra de equipamentos, capacitação de servidores e outros projetos de “modernização” do Legislativo, e não mais devolvidos ao Tesouro estadual.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Supremo

    Ministro do STF suspende pagamento de dívida do Paraná com a União

    Ministro do STF suspende pagamento de dívida do Paraná com a União
    Alexandre de Moraes: dinheiro terá que ser utilizado exclusivamente no combate ao coronavírus (Foto: José Cruzr/Agência Brasil)

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu hoje o pagamento da dívida do Paraná com a União por seis meses. Ele também fixou que o dinheiro seja usado exclusivamente em ações de combate ao coronavírus. A medida também beneficia o Maranhão. No caso do Paraná, os pagamentos somam R$ 53 milhões mensais e valor total hoje é de R$ 10,675 bilhões.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Paraná

    Governo do Paraná seguirá com planejamento e isolamento social contra a Covid-19

    Governo do Paraná seguirá com planejamento e isolamento social contra a Covid-19
    (Foto: AEN)

    O governo do Paraná seguirá como planejamento de isolamento social. Essa foi a resposta passada por um dos assesores do governador Carlos Massa Ratinho Junior, após ser questionado sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro a respeito da política de isolamento determinada pelo Ministério da Saúde. Na tarde desta terça-feira, 24, o governador do Paraná anunciou uma série de medidas para ajudar as famílias e pequenas empresas do Estado a enfrentar os impactos econômicos da pandemia Covid-19. 

    Entre as medidas estão auxílio financeiro para 300 mil famílias por cinco meses, novos limites de consumo nos programas sociais da Copel e da Sanepar, adiamento das parcelas dos programas de habitação da Cohapar e reforço na compra de insumos da agricultura familiar. Também ontem, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um pacote de medidas especiais em resposta à pandemia de coronavírus, incluindo a suspensão por 90 dias de cortes do serviço de eletricidade por inadimplência para consumidores residenciais e serviços essenciais.

    Logo depois a Copel fez o mesmo anúncio, de que não haverá cortes de energia elétrica por falta de pagamento de unidades consumidoras residenciais, inclusive as de baixa renda, além de serviços e atividades consideradas essenciais, conforme a legislação, tais como hospitais e assistências médicas.

    A medida vale para toda a área de concessão da Companhia e tem o objetivo de permitir que as pessoas afetadas economicamente pela crise trazida pela pandemia do coronavírus possam se organizar para realizar os pagamentos. O governador afirmou que o pacote social é um conjunto de medidas que atende a necessidade daqueles que mais podem sofrer no curto prazo. Algumas iniciativas já estão sendo efetuadas, como a distribuição da merenda escolar para beneficiários do Bolsa Família. “É a área mais importante nesse momento. Muitas pessoas vão perder parte da renda ou a totalidade dela. Contabilizamos R$ 400 milhões para enfrentar o novo coronavírus nessa primeira etapa”, afirmou Ratinho Junior.


    Confira as principais medidas do pacote do governo do Paraná

    Liberação de recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza
    O Governo do Paraná auxiliará 300 mil famílias em situação de vulnerabilidade social por cinco meses com R$ 300 milhões. Os recursos são do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecop) e vão ser distribuídos emergencialmente a famílias em situação de vulnerabilidade. O critério é a situação de alta vulnerabilidade social. O valor será de R$ 50/mês por integrante que tem direito ao beneficio, podendo chegar a um máximo de R$ 200 por família a cada mês (totalizando, portanto, R$ 1.000,00 por família)

    Tarifa Social da Água e Esgoto
    A Sanepar adiou, por 90 dias, a cobrança de contas de água e esgoto para os clientes cadastrados na Tarifa Social. A data inicial ainda será definida. Em 31 de dezembro de 2019, estavam cadastrados na categoria Tarifa Social 184 mil famílias, cujo valor da tarifa é de R$ 15,56 ao mês (água e esgoto) com consumo de até 5 metros cúbicos. Acima deste consumo é cobrado excedente por m³

    Luz Fraterna
    A Copel propôs mudanças no programa Luz Fraterna. O limite de consumo foi ampliado para 150 kWh por mês e as contas de luz de 217,5 mil famílias serão custeadas pelo Governo do Estado por 90 dias. Podem participar do Luz Fraterna famílias paranaenses com renda per capita de até meio salário mínimo inscritas na Tarifa Social Baixa Renda

    Habitação
    A Cohapar suspendeu a cobrança das parcelas dos mutuários por 90 dias e instituiu condições especiais de renegociação de débitos. As prestações vencidas durante o período de suspensão poderão ser quitadas a partir do primeiro dia útil posterior ao término, a qualquer momento, até o último dia útil que antecede a data de vencimento da última prestação contratada, sem imposição de multa ou juros. Cerca de 18 mil famílias serão beneficiadas com o adiamento, com impacto financeiro de R$ 3,8 milhões.

    Merendas
    Os alimentos adquiridos pelo Governo do Estado para compor a merenda escolar serão distribuídos para famílias de estudantes beneficiários do Bolsa Família. São cerca de 230 mil alunos inscritos no programa no Paraná. O Programa Leite das Crianças, que atinge 110 mil crianças entre 6 meses e 3 anos de idade e envolve 5 mil produtores rurais, também será mantid

    Ampliação da agricultura familiar
    O governador também determinou a ampliação da compra de alimentos da agricultura familiar, o que inclui pequenas associações e cooperativas. Serão 3 mil novas famílias cadastradas

  • Projeção

    Paraná pode ter 30 mil casos de coronavírus no pico da epidemia, diz secretário da Saúde

    Paraná pode ter 30 mil casos de coronavírus no pico da epidemia, diz secretário da Saúde
    Beto Preto (à esquerda): "Contamos com 200 leitos de UTIs a mais para o caso da epidemia chegar a 40 dias" (Foto: Dálie Felberg )

    O Paraná deve ter 10 mil casos de Covid-19 no pico da epidemia, mas se prepara caso esse número chegue a 30 mil, afirmou hoje o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, em sessão da Assembleia Legislativa para explicar aos deputados os efeitos e medidas que estão sendo tomadas pelo Estado para conter a pandemia. “Para isso, contamos com 200 leitos de (Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) a mais para o caso da epidemia chegar a 40 dias. Se a situação ultrapassar esse período, temos condição de contratar até 600 novos leitos”, afirmou ele.  

    Dos 10 a 20 mil casos previstos para o Paraná, segundo os estudos do Ministério da Saúde, Beto Preto esclareceu que 85% devem ser leves. Dos 15% restantes, dois terços vão precisar de tratamento em enfermaria e um terço de internamentos. “Sãos esses 15% que nos preocupam e o nosso esforço é para atendê-los da melhor forma, evitando os casos de mortalidade entre os grupos de risco”, disse.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Assembleia

    Traiano diz que não vai pautar projetos para suspender cortes de energia, água e gás

    Traiano diz que não vai pautar projetos para suspender cortes de energia, água e gás
    Traiano: “Eu não pautarei nesse momento para não gerarmos mais problemas de ordem econômica no Paraná” (Foto: Dálie Felberg/Alep)

    O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), afirmou hoje que não vai colocar em votação, projetos apresentados pelos parlamentares que preveem a suspensão do corte de serviços de energia elétrica, água e gás em virtude da pandemia do coronavírus no Estado. Vários projetos dessa natureza foram apresentados pelos deputados Arilson Chiorato (PT), Soldado Fruet (PROS) e Fernando Francischini (PSL).

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Pandemia

    Secretário da Saúde fala ao vivo sobre crise do coronavírus na Assembleia; assista

    Secretário da Saúde fala ao vivo sobre crise do coronavírus na Assembleia; assista
    Beto Preto: secretário foi convocado por deputados para esclarecer medidas de combate à pandemia (Foto: reprodução/Youtube)

    O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, participa hoje de audiência pública na Assembleia Legislativa para esclarecer os deputados sobre a crise do coronavírus e as medidas de combate à pandemia no Paraná. A convocação do secretário foi pedida por vários parlamentares na semana passada. A sessão está sendo transmitida ao vivo pela Assembleia. Os deputados acompanham e participam do debate à distância, por teleconferência, como já aconteceu ontem, quando foi realizada a primeira sessão virtual da Casa pela internet.

    Acompanhe abaixo ao vivo:

  • Videoconferência

    Em 'live' com Bolsonaro, Ratinho Jr pede liberação de empréstimos e prorrogação de precatórios

    Em 'live' com Bolsonaro, Ratinho Jr pede liberação de empréstimos e prorrogação de precatórios
    Ratinho Jr: paranaense argumentou que medidas são essenciais para amenizar os reflexos da crise do coronavírus na economia (Foto: Gilson Abreu/AEN)

    O governo do Paraná pediu hoje agilidade da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) na liberação de empréstimos solicitados pelos Estados e já autorizados no Senado, e também propôs ao governo federal a ampliação do prazo para pagamentos de precatórios. As duas medias podem contribuir para o fluxo de caixa dos estados neste momento de crise em razão da pandemia do coronavírus.

    O pedido foi feito pelo governador Ratinho Junior (PSD) durante videoconferência com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Participaram também da reunião virtual os ministros Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde); além dos demais governadores do Sul do País: Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e Carlos Moisés (Santa Catarina).

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Gafe

    Deputado solta palavrão em sessão 'online' da Assembleia; assista

    Deputado solta palavrão em sessão 'online' da Assembleia; assista
    Nelson Justus (DEM), durante a sessão "online" da Assembleia hoje: deputado pediu desculpas a Romanelli (Foto: reprodução/facebook)

    Em meio às dificuldades de adaptação dos parlamentares ao sistema de votação pela internet adotado ontem pela Assembleia Legislativa, o deputado estadual Nelson Justus (DEM) acabou um palavrão durante a transmissão da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. O episódio ocorreu após Justus reclamar da participação do deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB) na discussão. Segundo Justus, só deputados que integram a CCJ poderiam pedir a palavra durante a sessão. “Pus no c.. do Romanelli”, comentou o parlamentar, sem perceber que sua fala estava sendo transmitida. Ele só percebeu a gafe depois que os demais deputados riram.

    Clique aqui para ler esse post completo.

DESTAQUES DOS EDITORES