Eleições 2020

Curitiba tem 1.181 candidatos a vereador, novo recorde

Câmara:  número é 5,91% superior aos 1.115 candidatos registrados nas eleições de 2016, que já havia sido recorde.
Câmara: número é 5,91% superior aos 1.115 candidatos registrados nas eleições de 2016, que já havia sido recorde. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Curitiba bateu um novo recorde de candidatos a vereador nas eleições municipais deste ano. Ao todo, 1.181 se inscreveram para disputar as 38 cadeiras da Câmara da Capital, uma proporção de 31 candidatos por vaga. O número é 5,91% superior aos 1.115 candidatos registrados nas eleições de 2016, que já havia sido recorde.

Em 2016, o crescimento foi ainda maior, de 53% se confrontarmos com os números de 2012. Naquele ano tivemos 718 candidatos, sendo 704 a vereador, e sete a prefeito. Este ano, além dos 1.115 candidatos a vereador, 16 concorrem à prefeitura. Em todo o Estado, o número de candidatos a vereador nos 399 municípios é de 33.817. Outros 1.341 candidatos disputam as prefeituras paranaenses.

Essa proliferação de candidaturas é motivada por uma novidade das eleições deste ano. Pela primeira vez, os partidos estão proibidos de realizar as chamadas coligações proporcionais para candidatos a vereador. O fim das coligações foi aprovado na reforma política votada pelo Congresso em 2017. O objetivo é impedir que um partido “transfira” votos para candidatos de outras legendas, com votação inferior por estarem coligados. Até então, o mecanismo permitia que siglas menores se juntassem a outras para conseguirem emplacar seus candidatos.

Ao vetar a possibilidade de coligações proporcionais, o Congresso impediu que legendas sem nomes fortes na urna peguem "carona" em puxadores de voto de outros partidos, em prática que ficou conhecida como "efeito Tiririca" – em referência ao deputado federal do PL paulista.