Polêmica

Filho de Bolsonaro diz ser 'absurdo' cogitar permissão para Lula ir ao velório de neto

(Foto: reprodução/twitter)

Filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) publicou em sua conta no twitter que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um "larápio", e por isso seria até "absurdo cogitar" autorizar o petista a deixar a prisão para comparecer ao velório de seu neto, Arthur Araújo Lula da Silva, que morreu nesta manhã em decorrência de uma meningite.

"Lula é preso comum e deveria estar num presídio comum. Quando o parente de outro preso morrer ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado", escreveu o senador. 

A Justiça autorizou hoje Lula a sair temporariamente da prisão, na Polícia Federal em Curitiba, para ir ao velório e enterro do neto. A autorização foi concedida com base na Lei de Execução Penal, que estabelece a previsão de saída temporária de presos para velórios e enterros de familiares, incluindo descendentes. No mês passado, a PF negou autorização para que o ex-presidente saísse da prisão para ir ao enterro do irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá, sob o argumento de falta de aeronaves e de risco à segurança de Lula e à ordem pública. O Supremo Tribunal Federal chegou a autorizar a saída quando o irmão do ex-presidente já havia sido sepultado.