Política em Debate

Publicidade
Sem ônus

Na primeira viagem oficial, Ratinho Jr vai aos Estados Unidos por conta própria

Ratinho Jr: governador informou que todas as etapas da sua viagem serão pagas por ele, sem qualquer ônus para o Estado
Ratinho Jr: governador informou que todas as etapas da sua viagem serão pagas por ele, sem qualquer ônus para o Estado (Foto: Jaelson Lucas / ANPr)

O governador Ratinho Junior (PSD) embarca no sábado (23) para os Estados Unidos, em sua primeira viagem oficial ao exterior desde que assumiu o cargo, em janeiro. A agenda oficial vai até o dia 2 de março, quando a comitiva volta ao Estado. Depois, o governador  cumpre agenda particular fora do País, retornando no dia 11 de março. Na mensagem para a Assembleia Legislativa em que pediu licença e autorização para se ausentar do cargo, o governador informou que todas as etapas da sua viagem serão pagas por ele, sem qualquer ônus para o Estado. Ele determinou, inclusive, o desconto dos dias do subsídio mensal a que tem direito.

A agenda inclui reuniões com startups de agronegócio e encontros com empresários do Vale do Silício. O objetivo é trazer soluções tecnológicas de Agrotech, do cultivo à logística de distribuição, que poderão ser aplicadas no Paraná.

Em sua ausência, o vice-governador Darci Piana ficará à frente da administração estadual. Acompanham o governador o secretário do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge; o diretor-presidente da Celepar, Allan Costa; e o diretor-presidente da Agência Paraná Desenvolvimento, José Eduardo Bekin.

Ratinho Jr e os representantes do governo do Estado vão acompanhar uma missão comercial promovida pela StartSe, uma plataforma digital brasileira que conecta empresários e governos a startups e empresas americanas. Além do foco no agronegócio, está prevista reunião com uma empresa de tecnologia vocacionada para inclusão social em presídios.

O governador também cumpre agenda no Banco do Brasil e na Oracle. Outro compromisso é um evento organizado pelo consulado brasileiro, com participação de investidores e desenvolvedores brasileiros que atuam no Vale do Silício.

Estado - Desde que assumiu o governo, Ratinho Junior tem dito que o objetivo da sua gestão é transformar o Paraná em um Estado inovador, inteligente e tecnológico. “Estamos criando um ecossistema de inovação capaz de unir governo digital, desenvolvimento tecnológico na agricultura e fomento de startups. Seremos referência em produção de dados, que são a grande commoditie do século 21”, afirma.

Para isso, o governo pretende integrar o conhecimento científico das universidades estaduais, a produção tecnológica da Celepar e iniciativas da área privada. A viagem ao Vale do Silício também servirá para apresentar o Estado a possíveis parceiros internacionais.

Polo Tecnológico - Localizado na Califórnia, o Vale do Silício é um dos maiores polos tecnológicos do mundo, onde estão instaladas empresas como Apple, Microsoft, Google, Intel, Apple, Yahoo!, Facebook, Twitter, Netflix, entre outros, além de inúmeras startups bem-sucedidas.

O nome Silício é utilizado como homenagem ao elemento químico (Si), matéria-prima básica utilizada na produção de circuitos e chips eletrônicos.

DESTAQUES DOS EDITORES