Com EP 'Capítulo 1', Bryan Behr mostra sua essência com sonoridade diferente

Bryan lançou EP que deve render livro álbum.
Bryan lançou EP que deve render livro álbum. (Foto: Foto: Divulgação.)

Nada como começar um novo ano com um um novo trabalho, certo? Para um cantor, é como se estivesse entregando ao público a renovação de suas energias. E é exatamente dessa forma que chega Bryan Behr com seu lançamento. O cantor soltou, nesta sexta-feira (15), o EP Capítulo 1, trazendo duas canções inéditas, “Devagar” e “Eu sou sentimental”- esta última que chega com clipe diferente de tudo apresentado antes pelo artista.

Nascido em Santa Catarina e com apenas dois anos de carreira, Bryan vem emocionando e “cantando estórias” da sua vida através de suas músicas com melodias e letras marcantes, frutos de seu estilo musical livre, sem amarras. A sonoridade de  suas  canções vem  de  um  caldeirão  de  referências  de diversos  gêneros  como  folk,  pop,  rock e MPB. O cantor tem quase 300 mil ouvintes mensais no Spotify e já mobiliza consigo uma legião de fãs Brasil afora, inclusive em Curitiba.

A música que ganhou o clipe, Eu sou Sentimental, traz uma letra que permite muitas interpretações, mas a grosso modo é como se fosse um “grito de liberdade” de um rapaz que quer dizer ao mundo quem ele realmente é. Já o clipe, como Bryan contou ao QUALÉ, é ainda mais diferente de tudo que ele já fez.

“O clipe foi cheio de ‘primeiras vezes’. Me vi com outra roupa, que é diferente do meu estilo comum, também fui dirigido, porque eu queria muito essa veia bem-humorada junto com o clipe. A ideia era me mostrar num ambiente caótico, mas também com bom-humor e o clipe saiu muito melhor do que eu esperava”.  

Bryan, que tem sido apontado pela crítica como um dos nomes promissores da música brasileira, traz também um novo jeito de enxergar a si mesmo musicalmente falando. "Enquanto artista estamos sempre caminhando, descobrindo o mundo, observando as pessoas e escrevendo sobre isso. Sou um cara que se entrega aos relacionamentos, então é inevitável que eu escreva sobre amor, por exemplo. Mas as faixas do 'Capítulo 1' são mais maduras, mas ao mesmo tempo sei que minha essência continue intocável, porque sempre vou fazer música por amor, sempre vai falar do coração. 

A letra de Eu sou Sentimental, traz um pouco sobre uma discussão bem simples: falar sobre si mesmo. “O homem por si só tem essa dificuldade, de falar sobre ele mesmo. Gosto de falar sobre muita coisa nas minhas músicas”.  

Além de “Eu sou sentimental”, o novo projeto ainda conta com mais uma faixa inédita, “Devagar”, que retoma o lado romântico e apaixonado de Bryan Behr e é, declaradamente, a preferida do cantor, além das já lançadas “De todos os amores” e “O Amor descansa na varanda”. Fechando com chave de ouro o EP, o cantor fez uma releitura emocionante e única do clássico de Papas na Língua, “Eu Sei”.

Bryan contou que os próximos capítulos também devem trazer regravações de outros artistas. “A gente não vai pegar a música e simplesmente regravar ela, nós vamos pegar e trazer para o nosso universo. Não quero pegar grandes músicas, quero músicas que mexeram comigo e que talvez possamos permitir que isso aconteça com outras pessoas também. Mas trazendo para o meu universo”.   

Novos lançamentos para o ano

“Capítulo 1” é o pontapé inicial de uma série de lançamentos preparados para 2021, que engloba canções inéditas, covers e identidade visual única, que vai dos clipes às capas ilustradas exclusivamente pela colombiana Vivian Pantoja com elementos que se complementam. Apesar disso, Bryan não conta, ainda, quantos capítulos serão. 

O cantor destacou que a ideia é que os lançamentos se completem e, no fim, formem até mesmo um livro álbum. “Terão outros capítulos, embora não saiba quantos mais. Mas as pessoas podem esperar capítulos diferentes, assim como num livro quando um capítulo é diferente do outro. O que eu vou fazer no final, quando tudo virar um álbum, é mostrar para as pessoas que a vida se resume em capítulos”, adiantou Bryan. 

Veja a entrevista completa com Bryan Behr