Destruição

Incêndios no Pantanal ameaçam o refúgio de onças-pintadas, animal símbolo do Brasil

O fogo já atingiu grande parte do Parque Estadual Encontro das Águas, refúgio de onças-pintadas
O fogo já atingiu grande parte do Parque Estadual Encontro das Águas, refúgio de onças-pintadas (Foto: Pixabay)

Os incêndios que atingem o Pantanal continuam a colocar em risco a biodiversidade do bioma.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a quantidade de focos de incêndios registrados nos oito primeiros meses de 2020 equivale à quantidade total dos seis anos anteriores somados. No estado de Mato Grosso, o fogo já atingiu grande parte do Parque Estadual Encontro das Águas, o refúgio com a maior população mundial de onças-pintadas – animal símbolo do Brasil.

Além do prejuízo ao ambiente, os incêndios acabam impactando a economia local.

Um estudo da Panthera – organização dedicada à conservação dessas espécies de felinos selvagens – estima que o turismo de observação de onças no Pantanal brasileiro representa um faturamento bruto anual de US$ 6,8 milhões às comunidades da região.

Mesmo sem plano de manejo, o Parque Estadual Encontro das Águas recebeu em 2015 mais de 2,8 mil visitantes estrangeiros, segundo estudo publicado na revista científica Perspectives in Ecology and Conservation.