Publicidade
Crise no PSL

'A gente foi tratado que nem cachorro', diz Francischini sobre Bolsonaro; ouça

Felipe Francischini (PSL): "Ele (Bolsonaro) que começou a fazer a putaria toda dizendo que todo mundo é corrupto"
Felipe Francischini (PSL): "Ele (Bolsonaro) que começou a fazer a putaria toda dizendo que todo mundo é corrupto" (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O áudio da mesma gravação em que o líder do PSL na Câmara Federal, delegado Waldir (GO) aparece afirmando que vai “implodir” Jair Bolsonaro traz também declarações do deputado federal paranaense Felipe Francischini (PSL) reclamando do tratamento que o presidente dá aos parlamentares do partido, e defendendo “jogo pesado” contra o Palácio do Planaldo. Na reunião, Francischini – que preside a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara – relata encontro com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM) que teria discutido a fusão do PSL com o DEM.

“Ele que começou a fazer a putaria toda dizendo que todo mundo é corrupto, daí ele agora quer tomar a liderança do partido que ele só fala mal?. Se é jogo pesado...”, diz o paranaense. “A gente foi tratado que nem cachorro desde ele ganhou a eleição, nunca atendeu a gente em porra nenhuma”, reclamou Francischini. “Explode a bancada, fode todo mundo. (...) Daí a gente vai assinar a liderança pra ele e achar que tá tudo bem? Porra. O que que ele tá oferecendo? Ele só liga na hora que tá precisando de favor para foder com alguém”, cobra o parlamentar.

Ouça o áudio abaixo:

Leia mais no blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES