Publicidade
Conflito

ACP convida volta ao trabalho, mas Prefeitura de Curitiba diz que momento é de isolamento social responsável

(Foto: Franklin de Freitas/ Arquivo Bem Paraná)

Depois de a Associação Comercial do Paraná (ACP) divulgar na tarde desta quinta-feira (9 de abril) um comunicado "convidando" os comerciantes a "retomarem as atividades a partir da próxima segunda-feira (13)", a Prefeitura de Curitiba se posicionou e respondeu.

Em nota divulgada noo final da tarde de hoje, o poder municipal ressaltou que mantém a recomendação de que apenas o comércio essencial seja mantido aberto. Mais: disse ainda contar com "a responsabilidade de todos os setores para barrar o avanço da covid-19 na capital". Ainda segundo a Prefeitura, "o momento é de isolamento social responsável, sendo que a análise e eventuais mudanças de conduta são permanentemente avaliadas pelo Comitê de Técnica e Ética Médica do município."

No boletim mais recente, divulgado por volta de 17 horas, Curitiba confirmou 249 casos do novo coronavírus, 21 a mais do que ontem. Outros 147 pacientes são suspeitos de terem sido contagiados.

O outro lado

No comunicado enviado a seus associados hoje, a ACP defendeu a reabetura do comércio como forma de ameniza os prejuízos acumulados pelo comércio por conta do isolamento social. Além disso, a Associação também diz que a meida é feita em atendimeto aos interesses da maioria dos seus associados.

"Para não promover a difusão do vírus entre a população paranaense, a ACP propõe um horário diferenciado com equipes de trabalho reduzidas e com acesso limitado a 50% da capacidade de cada estabelecimento. O comércio funcionaria das 10h às 16h evitando acúmulo de pessoas nos horários de pico no transporte público. Cada estabelecimento comercial deve promover a restrição de acesso para não haver acúmulo de pessoas num mesmo espaço, fornecendo máscaras e álcool gel para os colaboradores em cada estabelecimento".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES