Publicidade
Pandemia

Após decreto, Coritiba e Paraná podem ter treinos suspensos

CT da Graciosa, em Colombo
CT da Graciosa, em Colombo (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Governo do Estado determinou nessa terça-feira (dia 30) uma quarentena mais restritiva em sete regionais: Grande Curitiba, Cornélio Procópio, Londrina, Cianorte, Toledo, Cascavel e Foz do Iguaçu. Pelo decreto, que começa a valer nesta quarta-feira (dia 1º), estão suspensos os treinos em clubes esportivos, o que afeta o Coritiba e o Paraná Clube.

O centro de treinamentos do Coritiba fica em Colombo e o do Paraná, em Quatro Barras, ambos municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Os dois clubes vinham treinando nesses locais, seguindo um protocolo de saúde (como grupos pequenos, uso de máscaras e exames de rotina).

O Coritiba e o Paraná ainda não se pronunciaram sobre o decreto.

Cada prefeitura tem autonomia para seguir ou não o decreto do Governo. Por enquanto, não há informações se Colombo e Quatro Barras vão barrar os treinos do futebol profissional. Os clubes e a Federação Paranaense de Futebol também não se pronunciaram.

O Athletico tem o centro de treinamento em Curitiba e, por isso, deixou de divulgar informações sobre treinos e resultados de exames. A Prefeitura da capital paranaense proibiu treinamentos em clubes esportivos.

Na segunda-feira, vazou a informação que oito profissionais do Athletico testaram positivo para Covid-19.

Na última sexta-feira, a Federação Paranaense de Futebol decidiu com os clubes que a data limite para o reinício do Campeonato Paranaense é 15 de julho. Se até 15 de julho não for possível recomeçar o torneio, ele pode ser suspenso ou declarado encerrado antes do fim. A retomada depende das condições da pandemia no Paraná e da situação dos clubes (treinamentos e saúde dos profissionais).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES