Série B

Após empate, Allan Aal comemora desempenho, postura e volta da confiança

Allan Aal
Allan Aal (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Rui Santos)

O técnico do Paraná Clube, Allan Aal, lamentou o resultado (empate com o Cuiabá) nessa quarta-feira (dia 21), mas comemorou a postura da equipe em campo. “A gente não fica contente pelo resultado, mas pelo desempenho. Poderia ter se transformado em vitória. A gente fica feliz pela entrega, pela postura, por voltar a confiança”, disse, para a rádio Banda B. “A gente pode enfrentar qualquer equipe e ter desempenho bom. Sabendo que temos nossas limitações, mas quando a gente joga como equipe e corre como equipe, as coisas acabam se tornando menos difíceis”, declarou.

Aal lamentou algumas falhas da equipe. “Infelizmente tem aquelas situações do futebol. Tomamos dois gols com bola desviada. E teve a imaturidade de comemorar o gol e não retornar rapidamente. Isso a gente já conversou e eles mesmos detectaram o erro. Mas enfrentamos uma equipe muito difícil, com muito calor. Nos superamos e poderíamos ter saído com vitória”, analisou.

Para o treinador, a entrega dos jogadores foi o ponto fundamental. “O coletivo foi fundamental. Jogando 100% coletivamente temos condições de enfrentar qualquer equipe.
Não podemos perder essa identidade que a gente criou no começo da competição”, ressaltou. “Enfrentamos uma equipe líder, com investimento alto, com elenco de 45 jogadores. Precisamos ter confiança. Não podemos perder para nós mesmos”, comentou.

O meia Thiago Alves, um dos destaques do jogo, também foi destacado pelo treinador. “O Thiago é um menino que trabalha muito, é um menino que a gente dá um puxão de orelha para não se empolgar muito. Ele era titular no primeiro semestre e oscilou como todo jovem oscila, mas hoje é uma alternativa e cria competitividade interna. Essa competividade tem que existir para tirar o melhor de cada um”, explicou.
Outro nome em destaque foi Guilherme Biteco. “O Biteco temos um cuidado muito grande, principalmente na parte emocional, para esquecer as lesões. Ele tem muita qualidade e uma característica diferente”, disse.

Aal também revelou que Higor Meritão recuperou seu bom desempenho após tratamento de uma lesão. “O Meritão acaba clareando muitas situações no momento da construção. Ele precisa estar bem fisicamente por ele fazer esse jogo de área a área. Ele tinha um incômodo no púbis e nosso departamento médico diminuiu bastante isso. E o rendimento aumentou bastante. Ele e o Jhony (Douglas) se completam. O Jhony é um exemplo nas atitudes. Vem fazendo que os adversários sofram muito na construção”, argumentou.