Publicidade
Investigação

Assassino de Layane diz ter matado a jovem com um mata-leão

(Foto: Reprodução/ Facebook)

O assassino confesso da jovem Layane Aparecida da Silva Czervinski, de 19 anos, prestou nesta quinta-feira (23 de janeiro) mais um depoimento à Polícia Civil, que investiga o caso e agora trabalha para elucidar todos os pontos sobre o que teria acontecido entre a noite de sábado, quando ela foi vista pela última vez com vida, e a manhã de segunda-feira, quando foi encontrada morta em uma chácara em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, com hematomas e marcas de queimaduras. 

Na manhã de hoje, a casa onde o suspeito morava, em São José dos Pinhais, amanheceu pichada. A mensagem escrita foi "Layane Eterna".

Confira a reportagem completa no blog Plantão de Polícia

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES