Publicidade
Brasileirão

Athletico perde pênalti e tem gol anulado, mas vence fácil o Botafogo

O Athletico Paranaense venceu por 1 a 0 o Botafogo, nesse domingo (dia 17) à tarde, na Arena da Baixada, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 5º lugar, com 53 pontos. A equipe carioca está na 14ª colocação, com 36 pontos — um ponto acima da zona de rebaixamento. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Na partida na Arena, o Furacão perdeu um pênalti (com Marcelo Cirino) e teve um gol anulado (marcado por Thiago Heleno), mas esses lances não fizeram falta. O time teve domínio total da partida e venceu com certa facilidade, com gol do meia-atacante Thonny Anderson, após boa jogada do ponta Rony.

Esse foi o terceiro jogo de Eduardo Barros como interino do Athletico, agora com duas vitórias e um empate.

O time paranaense ampliou sua série invicta, com oito partidas sem perder (cinco vitórias e três empates). E vive bom momento no ano, com oito vitórias, seis empates e apenas uma derrota nos últimos 15 jogos. Já o Botafogo está em péssima fase, agora com cinco derrotas nas últimas seis partidas.

ESCALAÇÃO
As baixas no Athletico eram Adriano, Bruno Guimarães, Léo Cittadini, Jonathan, Lucas Halter e Rossetto, todos em recuperação, além de Santos (na seleção brasileira). Eduardo Barros armou o time no 4-2-3-1, com Nikão (direita), Thonny Anderson (centro) e Rony (esquerda) na linha de três. Cirino era o centroavante.

No Botafogo, os desfalques eram Gilson, Marcinho, Rodrigo Pimpão, Marcelo Benevenuto, Gatito Fernández e Yuri.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com domínio do Athletico, que manteve o "estilo Tiago Nunes", apostando nos passes curtos, apoio dos laterais e movimentação constante no ataque. O Botafogo ficou recuado e não conseguiu finalizar na primeira etapa. O time paranaense teve um pênalti aos 21, marcado com a ajuda do VAR, por toque no braço de Fernando. Cirino chutou para fora. O Athletico controlou o meio-campo, mas não criou chances e apenas levou perigo em três outros lances.

SEGUNDO TEMPO
O domínio do Athletico continuou no segundo tempo. Na volta do intervalo, porém, o time passou a criar boas chances. Em 15 minutos, teve três oportunidades. E aproveitou uma delas. Foi aos 13, quando Rony driblou um, invadiu a área e rolou para Thonny Anderson chutar no canto: 1 a 0. O Botafogo avançou e tentou jogar futebol a partir de então, mas teve pouco êxito. Aos 29, a primeira substituição no Furacão, com a saída do ponta Rony e entrada do centroavante Marco Ruben. Com isso, Cirino passou a jogar na ponta. Aos 40, troca na ponta, com a saída de Cirino para a entrada de Vitinho. Aos 44, saiu Thonny Anderson e entrou o volante Erick.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Athletico somou 18 finalizações (5 certas), 64% de posse de bola, 90% de acerto nos passes e 8 escanteios. O Botafogo obteve 4 finalizações (2 certas), 36% de posse de bola, 85% de acerto nos passes e 5 escanteios. Os números são do site Footstats.

ATHLETICO 1x0 BOTAFOGO
Athletico: Léo; Khellven, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington e Camacho; Nikão, Thonny Anderson (Erick) e Rony (Marco Ruben); Marcelo Cirino (Vitinho). Técnico: Eduardo Barros
Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando, Carli, Gabriel e Lucas Barros; João Paulo e Alex Santana (Juan); Luiz Fernando (Marcos Vinícius), Cícero e Valencia; Igor Cássio (Diego Souza). Técnico: Alberto Valentim
Gol: Thonny Anderson (13-2º)
Cartões amarelos: Carli (B). Thonny Anderson, Thiago Heleno, Robson Bambu, Marcio Azevedo (A).
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Públuco: 18.091
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 – Wellington lança. Nikão chuta de fora da área. Cavalieri faz boa defesa.
21 - O árbitro marca pênalti, com ajuda do VAR, por toque no braço de Fernando.
24 - Marcelo Cirino cobra à direita do goleiro. A bola vai para fora.
31 - Nikão chuta de fora da área. A bola passa perto, ao lado.
36 - Thonny Anderson cruza da esquerda. Khellven recebe na área e ajeita para Cirino. A zaga desvia e atrapalha o chute do atacante.
43 - Falta na direita. Valencia cruza. Impedido, Cícero cabeceia perto, ao lado.

Segundo tempo
5 – Rony deixa Nikão livre para marcar. Ele chuta para fora e perde chance incrível.
7 - Nikão para Thonny Anderson, que rola para Camacho. Ele chuta da entrada da área. A bola passa perto, ao lado.
13 - Gol do Athletico. Camacho rouba no ataque. Rony dribla um, invade a área e rola para Thonny Anderson chutar no canto.
14 - Cirino tabela com Thonny Anderson e chuta do bico da área. A bola passa perto.
19 - Cícero chuta de fora da área. Léo espalma.
24 - Gol anulado. Escanteio. Thiago Heleno voa e cabeceia no canto. O VAR chama, o árbitro verificar o monitor e decide anular por impedimento de Cirino.
34 - Belo passe de letra de Nikão para Wellington, que recebe na área e chuta. Cavalieri espalma para escanteio

49 - Diego Souza pega rebote na área e chuta perto, ao lado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES