Copa Sul-Americana

Athletico pode ter mudanças para enfrentar o Metropolitanos

O lateral-esquerdo Abner, no último treino do Athletico antes da partida contra o Metropolitanos
O lateral-esquerdo Abner, no último treino do Athletico antes da partida contra o Metropolitanos (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/José Tramontin)

O Athletico Paranaense enfrenta o Metropolitanos, da Venezuela, nessa quarta-feira (dia 28) às 19h15, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do Grupo D da Copa Sul-Americana. O time braisleiro lidera com três pontos, empatado com o Melgar, do Peru, que venceu na Venezuela na primeira rodada.

Para o jogo desta quarta-feira, o técnico António Oliveira espera a recuperação do ponta Carlos Eduardo, que não enfrentou o Aucas, no Equador, devido a problemas musculares. Naquela partida, outras baixas foram o goleiro Santos e o zagueiro Thiago Heleno. Os dois voltam ao time para a partida na Arena.

Santos não jogou contra o Aucas porque testou positivo para Covid-19, mas atuou dois dias depois pelo Campeonato Paranaense, contra o Cascavel CR. Thiago Heleno não viajou ao Equador porque sempre é vetado para partidas na altitude (acima de 2 mil metros), devido a questões fisiológicas.

A novidade para enfrentar o Metropolitanos pode ser o ponta Vitinho. No entanto, António Oliveira não deu pistas sobre a escalação.

No jogo desta quarta-feira, o Athletico defende séries invictas. Clique aqui para saber mais.

Já o Metropolitanos, fundado em 2012, joga fora da Venezuela por competição oficial pela primeira vez na história. O primeiro torneio internacional do clube é a Copa Sul-Americana 2021. Até agora, foram três jogos, duas vitórias (ambas contra o Academia Puerto Cabello, da Venezuela) e uma derrota (para o Melgar). Os três jogos foram na Venezuela.

ATHLETICO x METROPOLITANOS
Athletico: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian (Vitinho), Fernando Canesin (Carlos Eduardo), Léo Cittadini e Nikão; Renato Kayzer. Técnico: António Oliveira
Metropolitanos: Tito Rojas; Bolívar, Andrés Ferro, Stevan Pabón e Néstor Cova; Robinson Flores, Larotonda, Banachille, Martell, Johan Moreno e Bustillo. Técnico: José María Morr
Árbitro: Gustavo Tejera (Uruguai)
Local: Arena da Baixada, quarta-feira às 19h15