Brasileirão

Athletico x Cuiabá marca o duelo de times fracos nos dribles e na pontaria

Terans: destaque do Athletico em finalizações e dribles
Terans: destaque do Athletico em finalizações e dribles (Foto: Arquivo Bem Paraná/Geraldo Bubniak)

O Athletico Paranaense faz um jogo decisivo contra o Cuiabá, na próxima sexta-feira (dia 3) às 19 horas, na Arena da Baixada. O time paranaense precisa vencer para evitar o rebaixamento do Campeonato Brasileiro – hoje está dois pontos acima da zona de descenso.

Para a partida, o principal desafio do técnico Alberto Valentim é recuperar o poder ofensivo da equipe, que não marcou gols nas últimas três rodadas da Série A — sofreu derrotas por 1 a 0 para Atlético-MG e Corinthians e empatou em 0 a 0 com o São Paulo. O último gol na competição foi na derrota por 2 a 1 para o Internacional.

O poder ofensivo, aliás, é uma preocupação dos dois clubes, desde o início do Brasileirão. O Athletico é o time que menos acerta dribles, com média de 7,3 por jogo. É a metade do Flamengo, que acerta 14,2 dribles por partida e é o melhor da competição nesse fundamento. O Cuiabá é o terceiro pior, com 8,4. Os dados são do WhoScored.

No aspecto individual, os melhores dribladores do Athletico são Terans (1,4 por jogo), Vitinho (1,2), Nikão (0,9), Pedrinho (0,9) e Carlos Eduardo (0,9). O líder desse fundamento na Série A é Ferreira, do Grêmio, com 3,2.

Athletico e Cuiabá também estão entre os seis piores em finalizações certas. O time paranaense é o 6º pior, com média de 3,7 por jogo, e o Cuiabá, o 5º pior, com 3,5. O líder é o Flamengo, com 6,1. O lanterna é o Atlético-GO, com 3,1.

No aspecto individual, os melhores do Athletico são Matheus Babi (0,8 finalizações certas por jogo), Terans (0,8), Nikão (0,6) e Bissoli (0,6). O melhor da competição é Hulk, do Atlético-MG, com 1,3 por partida.

FATOR CAMPO
Os dois clubes vivem momentos complicados na Série A. O Athletico só venceu um dos últimos seis jogos na Arena (2 a 1 sobre o Ceará). Foram quatro derrotas e um empate nos demais jogos em casa nesse período.

Já o Cuiabá está há sete rodadas sem vencer fora de casa. A última vitória como visitante foi contra o Juventude, em 11 de setembro.