Publicidade
Brasileirão

Atlético descarta ‘peso’ de jejum fora de casa e vê pênalti ‘cabaço’ contra o Vasco

Atlético descarta ‘peso’ de jejum fora de casa e vê pênalti ‘cabaço’ contra o Vasco
Tiago Nunes, técnico do Atlético (Foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético é o único time que ainda não venceu fora de casa no Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira (14), o time não passou de um empate em 1 a 1 com o Vasco, no Rio de Janeiro, pela 34ª rodada do Brasileirão. O clube paranaense descartou a ideia de que o jejum fora de casa seja encarado como um peso. Mas admitiu que o lance que gerou o gol do Vasco foi um pênalti “cabaço”.

No lance, o atacante Pablo ajudava a defesa, mas acabou derrubando Andre Ríos dentro da área do Atlético. O próprio Pablo admitiu que fez o pênalti. “Tem que ser sincero. Fiz a carga em cima do Ríos, a gente não pode negar. Foi um pênalti ‘cabaço’, como a gente diz no futebol”, disse o jogador, que participou do lance do gol de empate, aos 49 minutos do segundo tempo. “Eu acho que foi pênalti em mim antes, mas a bola sobrou para o Léo (Pereira). Não era o que a gente queria, mas ficou de bom tamanho pela forma como foi o jogo”.

Questionado sobre a falta de vitórias fora de casa, o técnico do Atlético, Tiago Nunes, afirmou que cada jogo tem uma análise diferente. “O que posso falar é que não estamos encarando isso como um peso. Se fizermos isso, a gente pode tirar o mérito da campanha”, afirmou, na entrevista pós-jogo.  “Tivemos empates importantes, o que nos colocou na briga por uma vaga na pré-Libertadores”.

Desta vez, Nunes não reclamou do pênalti, ao contrário do que aconteceu nos jogos contra Santos e Internacional. Nas duas partidas, o Atlético teve um pênalti marcado contra si nos descontos e acabou perdendo nas duas ocasiões – respectivamente, por 1 a 0 e por 2 a 1. “Penso que o resultado acabou sendo justo”, falou, sobre o empate em 1 a 1 com o Vasco.

Apesar de ser o único ainda sem vitórias fora de casa, o Atlético não é o time de pior desempenho geral quando atua longe de seus domínios. Fora de casa, foram sete empates e 10 derrotas em 17 jogos, ou 13% de aproveitamento. O Paraná Clube tem números piores: uma vitória, um empate e 15 derrotas em 17 jogos, ou 7% de aproveitamento.

O Atlético ainda tem dois jogos fora de casa. No próximo sábado (17), o time enfrenta o Vitória, em Salvador. Na última rodada, em 2 de dezembro, o adversário será o Flamengo, no Rio de Janeiro.

DESTAQUES DOS EDITORES