Publicidade
Brasileirão

Atlético empata com o Ceará e consolida “nova muralha”

Atlético empata com o Ceará e consolida “nova muralha”
Ceará x Atlético (Foto: Divulgação/Flickr/Cearasc)

O Atlético Paranaense empatou em 0 a 0 com Ceará, nesse sábado (dia 11) à tarde, em Fortaleza (CE), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense chegou a 15 pontos e ficou na penúltima (19ª) colocação, dentro da zona de rebaixamento. A equipe cearense está em 18º lugar, com 16 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

O resultado consolida a eficiência do setor defensivo do Atlético sob o comando do técnico Tiago Nunes. Nos últimos cinco jogos, a “nova muralha” atleticana só sofreu um gol – do uruguaio Cristian “Cebolla” Rodríguez, na vitória por 4 a 1 sobre o Peñarol. Com o técnico anterior, Fernando Diniz, o time sofreu 15 gols em 12 partidas no Brasileirão 2018. 

O time paranaense chegou a quatro jogos seguidos sem perder – duas vitórias e dois empates. O Ceará também segue em boa fase, com três vitórias, dois empates e uma derrota nas últimas seis rodadas. 

No entanto, o Furacão segue sem vencer como visitante no Brasileirão 2018, com cinco empates e cinco derrotas longe da Arena da Baixada.

ARBITRAGEM
O árbitro deixou de expulsar o zagueiro Tiago Alves, do Ceará, aos 39 do 1º tempo. Ele era o último defensor e matou o contra-ataque do Atlético, derrubando Marcelo Cirino. Levou apenas amarelo e o atacante deixou o jogo lesionado após o lance.

TÉCNICO
Esse foi o 8º jogo do técnico Tiago Nunes com o time principal do Atlético. Agora ele soma 3 vitórias, 4 empates e 1 derrota. 

ESCALAÇÕES
Os desfalques no Atlético eram Paulo André e Thiago Heleno, em recuperação, além de Pablo, suspenso. Bergson entrou no ataque, no lugar de Pablo. Outras mudanças em relação ao último jogo foram as entradas do zagueiro Wanderson e do volante Wellington, nas vagas de Zé Ivaldo e Lucho González. O esquema tático foi o mesmo 4-2-3-1 de sempre. O Ceará não tinha Wescley, Alex Amado e Renan.

PRIMEIRO TEMPO
O Atlético não conseguiu jogar na mesma velocidade dos últimos jogos, talvez pelo forte calor de Fortaleza e pelo desgaste provocado pela sequência de jogos e viagens. Mesmo assim, viveu alguns bom momentos no primeiro tempo, principalmente quando o meio-campo trabalhou com passes curtos. Defensivamente, conseguiu anular as principais jogadas do Ceará, menos os avanços de Leandro Carvalho pela ponta-esquerda. Aos 39, Marcelo Cirino saiu lesionado. Nikão entrou no jogo. No total, foi um primeiro tempo equilibrado, com duas boas chances para cada equipe.

SEGUNDO TEMPO
No início do segundo tempo, o Atlético até incomodou em três lances, mas não conseguiu aguentar o ritmo e acabou recuando. O Ceará era melhor nos aspectos físicos, mas errava demais na parte técnica. O jogo ficou equilibrado. Aos 17, saiu Raphael Veiga e entrou o meia Bruno Nazário. O esquema tático e o cenário do jogo seguiram os mesmos. No total da segunda etapa, foram quatro boas jogadas atleticanas contra apenas duas do Ceará.

ESTATÍSTICAS
Em 90 minutos, o Atlético somou 14 finalizações (4 certas), 54% de posse de bola, 82% de eficiência nos passes e 9 escanteios. O Ceará finalizou 13 vezes (4 certas) e teve 46% de posse de bola, 80% de eficiência nos passes e 2 escanteios. Os dados são do WhoScored.

CEARÁ 0 x 0 ATLÉTICO
Ceará: Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Richardson e Edinho; Leandro Carvalho (Felipe Azevedo), Ricardinho (Jown Cardona) e Quixadá (Calyson); Arthur. Técnico: Lisca
Atlético: Santos; Jonathan, Wanderson, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington e Bruno Guimarães (Lucho González); Marcelo Cirino (Nikão), Raphael Veiga (Bruno Nazário) e Marcinho; Bergson. Técnico: Tiago Nunes
Cartões amarelos: Leandro Carvalho, Tiago Alves, Richardson (C). Renan Lodi, Raphael Veiga, Wanderson (A).
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Local: Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

10 – Raphael Veiga cobra escanteio. Na 1ª trave, Bergson cabeceia perto, sobre o gol.
15 – Boa jogada do Ceará. Arthur ajeita para Leandro Carvalho, na área. Ele chuta e Santos segura.
19 – Quixadá chuta da meia-lua. A bola vai ao lado, perto.
39 – Raphael Veiga lança. Cirino sai nas costas da defesa. Tiago Alves comete falta e leva apenas amarelo.
44 – Contra-ataque. Arthur recebe perto da área e chuta no canto. Santos espalma.

Segundo tempo
4 – Veiga cobra escanteio. Bate e rebate na área. Bergson gira e chuta no cantinho. O goleiro espalma.
5 – Veiga cobra escanteio. A zaga tira mal. Nikão pega o rebote e chuta perto, sobre o gol.
8 – Ricardinho cruza. Arthur divide com Léo Pereira. A bola sobra para Leandro Carvalho, que chuta perto, ao lado.
9 – Veiga tabela com Bergson e chuta sobre o gol.
23 – Lançamento. Calyson sai nas costas da defesa, invade a área e cruza fraco. Santos segura.
28 – Bergson cai na área ao dividir com a zaga e pede pênalti. Renan Lodi pega o rebote e chuta cruzado.
30 – Calyson chuta de fora da área. A bola vai sobre o gol.
32 – Falta de longa distância. Bergson solta a bomba. A bola passa perto, ao lado.
44 – Contra-ataque. Nikão dribla um e chuta da entrada da área. A bola passa perto, sobre o gol.

DESTAQUES DOS EDITORES