Na Arena da Baixada

ATUAÇÕES: Abner é o melhor do Athletico na vitória sobre o Juventude

Bissoli comemora gol de pênalti, provocado por cruzamento de Abner
Bissoli comemora gol de pênalti, provocado por cruzamento de Abner (Foto: Joka Madruga)

Athletico 2x1 Juventude, 18 de setembro de 2021, Arena da Baixada, Brasileirão

Santos (6,0)
Pouco exigido. Sem culpa no gol. Fez duas defesas.

Marcinho (5,5)
Um bom cruzamento. Razoável no apoio. Cometeu o pênalti.

Khellven (sem nota)
Entrou aos 28-2º. Pouco tempo.

Zé Ivaldo (5,5)
Irregular na defesa e na saída de bola. Bem no ataque.

Lucas Fasson (6,0)
Razoável na saída de bola e nos quesitos defensivos.

Nicolas (6,0)
Seguro como zagueiro. Líder do time em desarmes.

Pedro Rocha (5,5)
Entrou no intervalo. Uma boa jogada. Pouco além disso.

Abner (7,5)
Cruzou para o pênalti do 1º e para Kaizer no 2º gol. Bem no apoio e na defesa.

Christian (5,5)
Irregular na defesa, nos passes e no apoio ao ataque.

Renato Kayzer (6,0)
Entrou aos 18-2º. Marcou um gol. Fora isso, não participou do jogo.

Erick (6,0)
Duas jogadas ofensivas. Irregular na marcação.

Richard (sem nota)
Entrou aos 28-2º. Pouco tempo.

Nikão (6,5)
Criou cinco boas jogadas no ataque. Participativo e lúcido.

Terans (6,0)
Arriscou 6 finalizações – 2 com algum perigo. Três boas jogadas.

Cittadini (sem nota)
Entrou aos 28-2º. Pouco tempo.

Bissoli (6,5)
Cobrou bem o pênalti. Fez duas boas jogadas de pivô.