Contra o Juventude

Com um jogador a mais, Athletico vence de virada e encerra jejum no Brasileirão

Renato Kayzer comemora gol sobre o Juventude
Renato Kayzer comemora gol sobre o Juventude (Foto: Joka Madruga)

O Athletico Paranaense venceu por 2 a 1 o Juventude, nesse sábado (dia 18) à noite, na Arena da Baixada, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou na 8ª colocação, com 27 pontos. A equipe gaúcha está em 14º lugar, com 23 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

O placar encerrou um jejum. O Athletico não vencia no Brasileirão há 7 rodadas – foram 6 derrotas e 1 empate nesse período. Já o Juventude completou seis partidas sem vencer – 4 empates e 2 derrotas.

Clique aqui para ver os melhores momentos da partida, no Youtube oficial do Athletico.

Agora, o Athletico volta a jogar na quinta-feira (dia 23), quando enfrenta o Peñarol, no Uruguai, pela semifinal da Copa Sul-Americana.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

RETROSPECTO
A última vitória do Juventude em Curitiba contra o Athletico foi há 21 anos, em 2000, por 1 a 0, pela Copa João Havelange. Desde então, foram sete jogos entre os dois com mando do Furacão, com seis derrotas do time gaúcho e um empate.

ESCALAÇÃO
Por desgaste físico, Pedro Henrique e Thiago Heleno não ficaram nem no banco. O técnico Paulo Autuori armou o time no 5-2-3 para defender e o 3-4-3 para atacar. O trio ofensivo era formado por Nikão (direita), Terans (esquerda) e Bissoli (centro). A novidade foi o zagueiro Lucas Fasson como titular pela primeira vez. O lateral-esquerdo Nicolas foi mais uma vez improvisado como zagueiro. O Juventude não tinha Elton, Wagner, Marcos Vinicios e William Matheus. E usou o 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com o Juventude avançado e pressionando a saída de bola adversário. O Athletico sentiu, cometeu erros em série na saída e sofreu no início. No entanto, o time paranaense reagiu rápido e criou duas jogadas ofensivas com o trio Terans-Nikão-Bissoli. Em uma delas, aos 21, Rafael Foster cometeu falta violenta em Nikão e acabou expulso. O Juventude ficou com um jogador a menos. O time gaúcho foi obrigado a recuar e o Athletico tomou conta do jogo.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, Autuori tirou Nicolas e colocou o ponta Pedro Rocha. O esquema tático mudou o para o 4-2-3-1, com Nikão (direita), Terans (centro) e Pedro Rocha (esquerda) na linha de três. Aos 8, Alyson cruzou, Castilho dominou na área e foi derrubado por Marcinho. Pênalti. Ricardo Bueno cobrou e fez 1 a 0. Aos 17, pênalti para o Athletico, por toque de mão de Paulinho. Bissoli cobrou e converteu: 1 a 1. Em seguida, entrou o centroavante Renato Kayzer no lugar do volante Christian. O Athletico era melhor no segundo tempo e virou o placar aos 25, em belo cruzamento de Abner para Kayzer finalizar de cabeça: 2 a 1. Em seguida, Autuori fez mais três substituições.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Athletico teve 27 finalizações (7 certas), 60% de posse de bola, 87% de eficiência nos passes e 18 faltas cometidas. Já o Juventude somou 15 finalizações (3 certas), 40% de posse de bola, 83% de eficiência nos passes e 7 faltas cometidas. Os dados são do site Sofascore.

ATHLETICO 2x1 JUVENTUDE
Athletico: Santos; Marcinho (Khellven), Zé Ivaldo, Lucas Fasson, Nicolas (Pedro Rocha) e Abner; Christian (Renato Kayzer), Erick (Richard), Nikão e Terans (Cittadini); Bissoli. Técnico: Paulo Autuori
Juventude: Douglas; Michel Macedo (Fernando), Vitor Mendes, Quintero e Rafael Forster; Dawhan e Jadson; Paulinho Boia (Paulo Henrique), Guilherme Castilho e Capixaba (Alyson); Ricardo Bueno. Técnico: Marquinhos Santos.
Gols: Ricardo Bueno (10-2º), Bissoli (17-2º) e Renato Kayzer (25-2º)
Expulsão: Rafael Foster (21-1º)
Cartões amarelos: Nicolas, Nikão, Erick, Zé Ivaldo (A). Douglas (J).
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
9 - Christian erra na saída de bola. Capixaba chuta de fora da área. Santos espalma no canto.
12 - Castilho avança e chuta de fora da área. A bola passa perto.
17 - Bissoli ajeita de cabeça para Terans, que enfia para Christian, entrando livre na área. Ele chuta para fora e perde boa chance.
20 - Nikão enfia, Bissoli desvia e Terans chuta de fora da área. O goleiro faz boa defesa.
32 - Abner cruza. Nikão entra livre na área, mergulha e cabeceia para fora.
34 - Nikão parte em contra-ataque, dribla o penúltimo defensor e sai na cara do gol, mas se atrapalha na hora de chutar.
36 - Terans chuta de fora da área. O goleiro espalma.
38 - Ricardo Bueno, recebe na área, avança e chuta cruzado. A bola vai na rede, pelo lado de fora.

Segundo tempo
2 - Marcinho cruza. Bissoli cabeceia no canto. O goleiro faz boa defesa.
6 - Nikão cruza. Erick cabeceia perto, ao lado.
8 - Alyson cruza. Castilho recebe na área e é derrubado por Marcinho. Pênalti.
10 - Gol do Juventude. Ricardo Bueno cobra no centro. Santos cai para a esquerda.
15 - Abner cruza. A bola toca no braço de Paulinho. Pênalti.
17 - Gol do Athletico. Bissoli cobra no centro. O goleiro cai à direita.
20 - Nikão cruza rasteiro. Marcinho chuta. A zaga tira, quase em cima da linha.
25 - Gol do Athletico. Abner cruza. Renato Kayzer sobe, chega antes que o goleiro e cabeceia.
37 – Bola alta para a área. Zé Ivaldo domina na área e chuta forte. O goleiro espalma.
40 – Ricardo Bueno chuta de fora da área. Santos espalma para escanteio.
47 - Paulo Henrique dribla três, invade a área e chuta para fora.