Conteúdo Sustentável

Avanço do desmatamento é foco das discussões no mês do meio ambiente

(Foto: Shutterstock)

Na data em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente o foco da pauta nacional é o avanço do desmatamento no país. Segundo dados divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) os alertas de desmatamento na Amazônia Legal em maio somaram 1.180,09 km² até o dia 28, resultado 64,2% superior ao registrado ao longo do mesmo mês de 2020.

Trata-se do terceiro mês seguido de recorde de desmatamento na Amazônia. Em março foram registrados 367,61 km² de área desmatada e, em abril, o volume foi de 580,55 km². Em ambos os casos, os números são os maiores da série histórica. Com 425.34 km² de área em alerta, o Pará lidera o ranking de março entre os Estados. Na sequência, aparecem Amazônas (288.67 km²), Mato Grosso (242.03 km²) e Rondônia (179.85 km²).


Shutterstock

Gastronomia sustentável ganha mais adeptos 

Em um momento em que os cuidados com a saúde são fundamentais a boa alimentação e a gastronomia sustentável ganham mais adeptos e passam por mudanças, oferecendo diferenciais e experiências que vão além do paladar.

A chamada gastronomia sustentável é um movimento que convida  as pessoas a modificarem a conduta dos seus negócios e também repensar a forma de produzir e descartar os alimentos. Dentro deste princípio inclui uma prática sustentável que vai desde a gestão operacional de restaurantes e marcas, a logística para compra dos alimentos – comprar de produtores locais é sempre a melhor opção, utilizar no cardápio produtos da estação, evitar o desperdício e utilizar ao máximo cada alimento inclusive na composição dos cardápios.

Para o diretor acadêmico e responsável pelos cursos de Gastronomia do Centro Europeu, Rogério Gobbi, os temas relacionados ao aproveitamento integral dos alimentos, incentivo de produtores locais e sustentabilidade há muito tempo deixaram de ser apenas um discurso politicamente correto. “O profissional da cozinha e da gastronomia é também responsável pelos recursos que alimentam a população do planeta e precisa ter consciência sobre a sua participação neste importante processo”, reforça Gobbi. 


Dicas para ser sustentável na cozinha 

Nesta semana em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, conversamos com a nutricionista e pesquisadora, Aline Quissak. Ela atua na área de alimentação e defende o uso dos alimentos com sustentabilidade. Confira algumas dicas:

1- Evite o desperdício
- Pensar no cardápio da semana, ajuda a economizar e evita desperdício.Com base neste planejamento, faça a lista e escolha alimentos – principalmente os perecíveis – de uma forma mais consciente.

2 – Priorize frutas, verduras e legumes da estação -  Ao escolher alimentos da estação você estará contribuindo com o consumo e alimentos locais e sazonais.

3- Zere o conteúdo de sua geladeira
- Antes de ir às compras tenha como meta sempre utilizar tudo o que tem na sua geladeira. Esta é uma forma eficaz de combater o desperdício dentro de casa.

4 – Cozinhe a quantidade certa
Esta é uma dica clássica, mas é sempre bom reforçar. Tente cozinhar a quantidade de comida adequada ao número de pessoas que irão comer.

5 – Use o alimento integralmente – Ser criativo na cozinha também faz parte do processo de produção e de sustentabilidade. Talos, cascas e sementes podem ser usadas em receitas e, além de serem nutritivos, possibilitam a criação de pratos muito saborosos. 


Campanha estimula limpeza nos municípios do Paraná

A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest) e o Instituto Água e Terra (IAT) estão mobilizando os municípios e a população paranaense a postarem na internet o antes e o depois de uma limpeza. A ação faz parte das atividades programadas para o mês do Meio Ambiente. Devido à pandemia da Covid-19, a campanha orienta que é preciso evitar aglomerações, manter o distanciamento social, usar máscaras e higienizar as mãos. A campanha pede que os municípios incentivem seus moradores a participar com o objetivo de promover a conscientização ambiental. A população deve ir até um local que precise de manutenção e limpeza, tirar uma foto ou selfie da área antes de fazer a limpeza e a separação dos resíduos. 


Guarapuava debate “Ambiente e educação em contexto de crises”

A VIII Semana do Meio Ambiente de Guarapuava – que acontece entre os dias 07 a 10 de junho e será transmitida pelo Canal do Youtube da Prefeitura da cidade  - terá como tema das discussões “Ambiente e Educação: uma conexão essencial em contexto de crises”. A programação inclui temas como coleta seletiva, mostra de produtos educacionais, lançamento de livros, entre outras ações. 


Londrina lança cartilha digital sobre destinação de resíduos

A Secretaria Municipal do Ambiente de Londrina  lançou uma cartilha digital sobre a Destinação de Resíduos em Londrina, durante a Semana Mundial do Meio Ambiente. A cartilha está disponível para download no Portal da Prefeitura, na página da Sema (clique aqui para acessá-la). A intenção é que a cartilha circule nos grupos de WhatsApp, para que mais pessoas tenham acesso às informações. O objetivo da iniciativa, elaborada pela Gerência de Educação Ambiental, é divulgar o destino ambientalmente adequado para cada tipo de resíduo, utilizando os veículos digitais, que hoje aceleram a circulação das informações.