Bruno Soares e Marcelo Demoliner ganham seus jogos de duplas e avançam em Miami

O tênis do Brasil teve 100% de aproveitamento neste sábado na chave de duplas do Masters 1000 de Miami, disputado em quadras rápidas nos Estados Unidos. O mineiro Bruno Soares e o gaúcho Marcelo Demoliner, cada um com seus parceiros, venceram os seus jogos de estreia e avançaram às oitavas de final da competição realizada na Flórida.

Bruno Soares e o britânico Jamie Murray entrou em quadra para enfrentar o neozelandês Marcus Daniell e o austríaco Philipp Oswald e ganharam por 2 sets a 0, com um duplo 6/4. Os adversários das oitavas de final serão os também britânicos Daniel Evans e Neal Skupski, que despacharam os americanos Nicholas Monroe e Frances Tiafoe por 7/6 (7/4) e 6/2.

"Foi uma boa estreia aqui, jogamos super bem e firmes. Foi um bom jogo no geral, eles também jogaram bem e os games foram muito disputados. Apesar do placar ter sido em sets diretos, foi só uma quebra em cada set e os dois lados tiveram algumas oportunidades. Feliz que caiu pro nosso lado, ficamos firmes e devolvemos bem. Conseguimos pressionar os adversários, que estavam sacando bastante com o primeiro serviço. Botamos em prática toda a semana de treino aqui, muito feliz com a vitória e por seguirmos vivos no torneio", disse o brasileiro.

Bruno Soares, atual número 4 do mundo, vai em busca de um título inédito em Miami. Em sua 12.ª participação no torneio, quer superar a semifinal conquistada na edição de 2015, o seu melhor resultado neste Masters 1000. De seus 34 títulos de ATP, quatro são de torneios do mesmo nível, tendo levantado o troféu no Canadá (2013 e 2014), em Cincinnati (2018) e em Xangai (2019).

Beneficiados pela desistência da parceria do japonês Kei Nishikori e do búlgaro Grigor Dimitrov, Demoliner e o mexicano Santiago González entraram como "alternate" em Miami. E não decepcionaram na estreia ao venceram neste sábado o sul-africano Raven Klaasen e o também japonês Ben McLachlan por 6/3 e 6/4. Eles agora enfrentam o americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, cabeças 7 do torneio.

Na chave de simples, o grego Stefanos Tsitsipas e o canadense Milos Raonic venceram suas partidas de estreia de forma convincente e garantiram vagas na terceira rodada. Nishikori também avançou, mas com muito mais dificuldade.

Segundo cabeça de chave e número 5 do mundo, Tsitsipas marcou as parciais de 6/1 e 6/4 contra o bósnio Damir Dzumhur. O seu próximo adversário será Nishikori, ex-Top 5 e atual 39.º do ranking da ATP. O japonês teve que lutar por 2 horas e 50 minutos para vencer o esloveno Aljaz Bedene, 59.º colocado, por 7/6 (8/6), 5/7 e 6/4.

Outro jogador experiente na próxima fase é Raonic. O canadense, 19.º do ranking, precisou de apenas 59 minutos para marcar 6/2 e 6/1 contra o australiano Jordan Thompson. Seu próximo rival será o francês Ugo Humbert, que bateu o português João Sousa por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4.