Assine e navegue sem anúncios [+]
Decoro

Câmara de Curitiba inicia investigação contra vereador Beto Moraes por compra de votos

Beto Moraes (PSD): segundo sindicatos, vereador teria distribuído cestas básicas, muletas, cadeiras de roda, bicicletas e outros brindes
Beto Moraes (PSD): segundo sindicatos, vereador teria distribuído cestas básicas, muletas, cadeiras de roda, bicicletas e outros brindes (Foto: CMC/arquivo)

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Curitiba iniciou ontem procedimento interno para investigar denúncia de compra de votos, improbidade administrativa e quebra de decoro contra o vereador Beto Moraes (PSD). A denúncia foi apresentada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismmac) e pelo Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismuc).

As duas entidades afirmam que reuniu fotos de mais de 40 situações em que o vereador teria usado o cargo e os assessores pagos com dinheiro público para autopromoção, segundo os sindicatos. De acordo com os sindicatos, as fotos comprovariam que o vereador e seus assessores distribuíam cestas básicas, muletas, cadeiras de roda, bicicletas e outros brindes com a identificação do nome, foto pessoal e a logomarca. Além da utilização indevida da estrutura legislativa para fins eleitorais, as fotos comprovariam troca de favores por votos, o que pode ser enquadrado como compra de voto e crime eleitoral, apontam os denunciantes. O vereador nega as acusações. 

Leia mais no blog Política em Debate

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK