Publicidade
Imunização

Campanha Nacional de vacinação contra o sarampo começa na segunda; veja como será em Curitiba

(Foto: SMCS)

Nesta segunda-feira (7/10) começa em todo o país a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2019. A campanha é a estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para tentar interromper a circulação do vírus do sarampo no país e proteger os grupos mais acometidos pela doença. Há casos confirmados da doença em 19 estados brasileiros, a maior parte concentra-se em São Paulo, com 5.411 confirmações – 3.113 só na capital paulista. Em Curitiba, são 45.

De acordo com a estratégia adotada pelo Ministério da Saúde, a campanha será “seletiva”, ou seja, a vacinação será para pessoas que façam parte do público-alvo e que não tenham sido vacinadas anteriormente ou que não estejam com a situação vacinal em dia.

Paraná confirma mais 20 casos de sarampo e alerta para 'rápido' avanço da doença no Estado

Primeira etapa

Serão duas etapas de campanha. A primeira acontece de 7 a 25 de outubro, de segunda a sexta-feira, nas 110 unidades de saúde de Curitiba. No dia 19 de outubro, sábado, haverá o dia D, em que algumas unidades vão abrir para a intensificação da vacinação.

Nesta primeira etapa da campanha, o público-alvo são as crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

De acordo com a coordenadora da Central de Vacinas de Curitiba, Leia Regina Silva, na primeira etapa da campanha, o foco no município deve ser principalmente os bebês de 6 a 11 meses, uma vez que a recomendação de vacina para crianças nesta faixa etária é recente pelo Ministério da Saúde (leia mais abaixo).  

“Para as crianças de 1 ano de idade a nossa cobertura é de 103,2% hoje. E, nos dez anos anteriores, essa cobertura ficou entre 93% e 100,4%”, explica Leia.  A médica infectologista da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Marion Burger, lembra que é importante também que os pais verifiquem se a carteira de vacinação está completa.

“Para crianças de 1 ano a menores de 5 anos de idade é importante verificar se há, além da primeira, o registro da segunda dose da vacina contra o sarampo (tríplice ou tetra viral)”, diz Marion.

Segunda etapa

A segunda etapa da campanha acontece de 18 a 30 de novembro, de segunda a sexta-feira, nas 110 unidades de saúde de Curitiba. O dia D será no dia 30 de novembro, sábado, em que algumas unidades vão abrir para a intensificação da vacinação.

Nesta segunda etapa, o público-alvo são os jovens adultos de 20 a 29 anos de idade.

Segundo o Ministério da Saúde, a escolha do público-alvo da primeira etapa, principalmente aqueles menores de 1 ano, se deve pelo fato de nesta faixa etária haver maior incidência da doença (número de casos por população) e risco de desenvolver complicações decorrentes do sarampo.

Já o público-alvo da segunda etapa foi escolhido por nesta faixa etária haver maior número de indivíduos que são acometidos (em números absolutos) pela doença no surto registrado no país.

Esquema vacinal

De acordo com o calendário de rotina do Ministério da Saúde, crianças, adolescentes e adultos de até 29 anos devem ter duas doses da vacina contra o sarampo, feitas após 1 ano de idade. Adultos de 30 a 49 anos devem ter pelo menos uma dose, feita após 1 ano de idade.

Desde 22 de agosto, o Ministério da Saúde também autorizou uma dose extra para bebês de 6 a 11 meses. Essa dose promove imunidade temporária, sendo necessário, após um ano, realizar as vacinas previstas no calendário de rotina da criança.

A vacina é contraindicada para menores de seis meses, gestantes, pacientes imunodeprimidos ou com histórico de reação alérgica grave, após dose prévia ou após contato com as substâncias que compõem a vacina. Recomenda-se também um intervalo de 30 dias após a vacina para as mulheres tentarem engravidar.

Até setembro deste ano, foram realizadas em Curitiba 159.830 doses de vacina contra o sarampo – 66% a mais do que o ano anterior todo e mais que o dobro das realizadas durante todo o ano de 2017.

 

Campanha nacional de vacinação contra o sarampo

Primeira etapa
De 7 a 25 de outubro - de segunda a sexta-feira, em horário comercial, em 110 unidades de saúde
Dia D – 19 de outubro (algumas unidades abrirão neste sábado)
Público alvo – crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade

Segunda etapa
De 18 a 30 de novembro (segunda a sexta-feira, em horário comercial, em 110 unidades de saúde)
Dia D – 30 de novembro (algumas unidades abrirão neste sábado)
Público alvo – população de 20 a 29 anos de idade 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES