Publicidade
Série B

Clássico na Vila Capanema: mandante em jejum x visitante em crise

Paratiba
Paratiba (Foto: Arquivo Bem Paraná)

Paraná Clube e Coritiba se enfrentam neste sábado (dia 4) às 16h30 na Vila Capanema pela 26ª rodada da Série B. Os dois clubes precisam do resultado para não se distanciar do G4. O Tricolor está na 11ª colocação, três pontos abaixo do quarto colocado. O Coxa é o 6º lugar, um ponto atrás do G4.

O desafio para os dois clubes é o mesmos: reverter o péssimo retrospecto do fator campo. O Paraná vive um longo jejum como mandante. E o Coritiba vive uma crise como visitante.

O Paraná tem o pior ataque como mandante da competição, com apenas seis gols marcados nas 12 partidas na Vila Capanema. É a quinta pior campanha em casa, com três vitórias, oito empates e uma derrota no próprio estádio. O time do técnico Matheus Costa soma um jejum de sete partidas sem vencer em casa na Série B, com seis empates seguidos e uma derrota. A equipe só marcou dois gols no estádio no período desse jejum de sete partidas.

Já o Coritiba vive uma crise como visitante em 2019. Só conseguiu duas vitórias fora de casa na Série B – sobre Guarani e Oeste. O clube tem a maior folha de pagamento da segunda divisão nacional, mas soma apenas a 11ª campanha como visitante — com duas vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Clique aqui para ver o retrospecto recente dos duelos entre os dois clubes na Vila Capanema.

ESCALAÇÃO DO PARANÁ
O técnico Matheus Costa pode repetir o time pela terceira vez consecutiva. O meia João Pedro disputa vaga na equipe com Judivan. O meia Matheus Anjos, o volante Luan e o lateral-direito Sueliton são os desfalques. Os três estão em recuperação.

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
O meia-atacante Rafinha, 36 anos, está recuperado de uma lesão no joelho, mas não tem lugar garantido no time titular para sábado. Na estreia no comando da equipe, no último sábado, o técnico Jorginho armou a equipe no esquema tático 4-2-3-1, com Kelvin (direita), Giovanni (centro) e Robson (esquerda) na linha de três. Os dois volantes foram Matheus Sales e Juan Alano.

Uma possibilidade para sábado é o volante Serginho, 33 anos, recém-contratado, entrar na equipe. Com isso, Alano pode jogar como meia ofensivo e Kelvin deixa o time titular.

O goleiro Alex Muralha está suspenso por cartões amarelos. Com isso, Rafael Martins ganha uma chance.

PARANÁ x CORITIBA
Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Luiz Otávio e Fernando Neto; Judivan, Vitinho e Bruno Rodrigues; Jenison. Técnico: Matheus Costa
Coritiba: Rafael Martins; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e William Matheus; Matheus Sales e Alano (Serginho); Rafinha (Kelvin), Giovanni e Robson; Rodrigão. Técnico: Jorginho
Árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR)
Local: Vila Capanema, sábado às 16h30

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES