Publicidade
Entenda

Com fim de quarentena restritiva no PR, comércio de Curitiba pode abrir nesta quarta com horário restrito

Comércio de Curitiba já fazia ajustes nesta terça para reabrir nesta quarta
Comércio de Curitiba já fazia ajustes nesta terça para reabrir nesta quarta (Foto: Franklin de Freitas)

Com a decisão do governador Ratinho Jr de não prorrogar a quarentena restritiva em sete regiões, entre elas a Região Metropolitana de Curitiba, a Prefeitura de Curitiba decidiu que entra em vigor novamente o Decreto Municipal 810/2020, que foi estabelecido no Alerta Laranja, até a publicação de um novo decreto, o que deve acontecer ainda esta nesta semana com o objetivo de atualizar o conteúdo legal frente ao cenário da pandemia de covid-19 na cidade.  Com a decisão, o comércio em geral pode reabrir nesta quarta (15), mas com restrições de horários, como acontecia antes da quarentena. O comércio de rua pode abrir de segunda a sexta, das 10 às 16 horas, e os shoppings, também de segunda a sexta, das 12 às 20 horas. A decisão de colocar o decreto 810 em vigor foi para evitar o chamado vazio institucional.

Pelas regras que valem até pelo menos essa quarta (15) em Curitiba, em relação a restaurantes e lanchonetes, as refeições podem ser servidas das 11h às 15 horas e entre 19h e 22h.  Serviços de call center e telemarketing, exceto aqueles vinculados aos serviços de saúde ou executados em home office,  podem funcionar das 9h às 15h e das 15h às 21h. Galerias e centros comerciais devem funcionar das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira. Os serviços de alimentação que funcionam nesses locais poderão operar apenas nos dias e horários das galerias e centros comerciais. Fora desses horários, podem funcionar apenas com entrega por delivery;

Bares, teatros, cinemas, eventos, parques e academias e locais de práticas desportivas continuam com as atividades suspensas. Fica suspensa também a realização de missas e cultos religiosos presenciais, com assembleia comunitária, mas as igrejas e templos religiosos  podem abrir para o funcionamento de assistência religiosa individual e atividades administrativas.

 Os seguintes serviços e atividades deverão funcionar com até 50% (cinquenta por cento) da sua capacidade de público habitual: hotéis, serviços de call center e telemarketing, exceto aqueles vinculados aos serviços de saúde ou executados em home-office, das 9 às 15 horas e das 15 às 21 horas. Os serviços essenciais, como supermercados, farmácias, atendimento médico, continuam liberados. Escritórios em geral devem funcionar seis horas por dia, exceto para atividades de home office com horário definido pela própria empresa.

O boletim da Covid-19 desta terça-feira (14) divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba confirma mais 20 mortes em decorrência da doença, o maior número confirmado em um dia um dia desde o início da pandemia.. O total de óbitos agora é de 287 na Capital. Ainda foram confirmados novos 233 casos de pacientes, totalizando 10.673 casos. Destes, atualmente, 555 estão internados, sendo que 235 em UTIs.

Setor de bares, restaurantes e shoppings já iniciaram negociação com prefeitura de Curitiba para novo decreto

Segundo nota encaminhada pela Associação dos Empresários do Paraná (Aepar), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (Sindiabrabar) e Sindicato dos Lojistas do Comércios Estabelecidos em Shoppings Centers de Curitiba (SindiShopping), em reunião com a Prefeitura de Curitiba, nesta terça (14), os setores conseguiram avanços no próximo decreto, que deve ser publicado nos próximos dias. Entre as mudanças negociadas, está a ampliação de horário de funcionamento dos restaurantes para o dia todo. A nota também afirma que uma reunião sobre o setor de eventos está marcada para essa quarta. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES